1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

"País das idéias" é mostrado em 365 lugares em 2006

Governo e setor econômico aproveitam a Copa do Mundo para "vender" a Alemanha como país inovador. Em cada dia de 2006 será apresentada uma idéia criativa.

default

Schäuble: ministro do Interior vê Copa como 'presente e chance'

A Alemanha pretende apresentar-se em cada dia do ano da Copa como país criativo e inovador. Este é o objetivo do concurso "365 lugares no país das idéias", lançado pelo governo e a indústria, no verão passado, e que já trouxe resultados concretos.

De um total de 1,2 mil sugestões, foram escolhidas 83 empresas, 88 instituições de pesquisa, universidades e escolas, 84 museus, 80 iniciativas, entidades municipais e associações, 22 festas, festivais, orquestras e oito projetos turísticos para representar a Alemanha em 2006.

"A Copa do Mundo é um presente e uma chance para o país", diz o ministro do Interior, Wolfgang Schäuble. "O projeto '365 lugares' permite corrigir a imagem da Alemanha, visto que, no momento, focamos demais nossos pontos fracos. No plano internacional, já se reconhece nossa força", acrescenta o presidente da Federação da Indústria Alemã (BDI), Jürgen Thumann.

Retrato do país

Stollenschuhe vor dem Reichstag

Simulação de computador: chuteiras gigantes diante do Bundestag (Parlamento alemão)

Segundo o diretor executivo do "fã clube" FC Deutschland GmbH, Mike de Vries, "'país das idéias' é uma mensagem que tenta espelhar os alemães. Só um retrato que nos mostra pode ser transmitido com autenticidade".

O projeto "365 lugares" começa com o concerto de Ano Novo da banda estadual de Berlim e inclui um evento por dia (nas áreas cultural, empresarial, turística etc), durante o ano todo. "A criatividade, riqueza de idéias, a abertura ao mundo e o empenho de nossos cidadãos merecem ser mostrados de forma correta", argumenta Schäuble.

A partir de fevereiro de 2006, por exemplo, esculturas gigantes de invenções alemãs serão instaladas nos pontos turísticos mais visitados do país.

A campanha do FC Deutschland, no valor de 20 milhões de euros, é financiada meio a meio pelo governo e o empresariado, que esperam como resultado também uma melhora da conjuntura econômica. A indústria promete elevar sua contribuição para 12 milhões de euros.

Idéias concorrentes

Idealizada pelo ex-chanceler federal Gerhard Schröder e o ex-presidente da BDI Michael Rogowski, a campanha "país das idéias" custou a empolgar os empresários (é apoiada por apenas 18 firmas, nenhuma montadora alemã) e agora ainda enfrenta a concorrência da polêmica ofensiva publicitária "Você é a Alemanha".

Vries tentou em vão convencer seus "concorrentes" a aderirem ao FC Deutschland. Em compensação, desde o Dia da Unificação Alemã (3 de outubro), mais de 20 mil pessoas "que se sentem alemãs" associaram-se ao "FanClub Deutschland". E o projeto "365 lugares", se for bem-sucedido, poderá ir além do ano 2006, prometem os organizadores.

Leia mais