1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Outro dia de neve e caos

Fortes nevadas e ventos em algumas regiões do país forçaram os alemães a ficarem em casa no Natal. Frio na Baviera bate todos os recordes e fecha aeroporto em Berlim.

default

Trânsito lento nas rodovias nevadas.

Tempestades e fortes neves desde a madrugada, dificultaram o trânsito em várias partes da Alemanha e provocaram caos novamente nesta segunda-feira. Na região costeira próxima do Mar Báltico, várias estradas e ruas estiveram intransitáveis, com a precipitação de até meio metro de neve. Uma forte tempestade dificultou os trabalhos de remoção da neve na Ilha de Rügen, a maior do país, situada no Báltico, e na península de Darss. Com a ventania, chegaram a formar-se montes de neve de até 2 ms. de altura.

Aeroportos - Em Berlim, o aeroporto de Tegel teve que ser fechado e os vôos foram desviados para o de Schoeneberg. Em Frankfurt, onde havia menos vôos do que em dias normais, tudo funcionou bem. No entanto, houve 14 cancelamentos de vôos e atrasos motivados pelo descongelamento dos aviões. No último fim de semana, chegaram a ser cancelados mais de 250 vôos em Frankurt, por causa da forte neve.

Rodovias - Nos estados do norte e do leste (Baixa Saxônia, Brandemburgo, Saxônia, Saxônia-Anhalt e Turíngia), os motoristas sem pneus de inverno e correntes provocaram vários acidentes. Na rodovia 7 houve um engavetamento que envolveu 50 carros. No entanto, não houve maiores engarrafamentos nas estradas do país, onde o 24 de dezembro é um feriado não oficial, o comércio está parcialmente aberto e somente os serviços básicos funcionam regularmente.

No fim de semana, mais de cem mil motoristas ficaram imobilizados em seus automóveis nas estradas do sul do país, em meio à neve. O norte da Baviera foi a região mais afetada. Na rodovia A9, de Nurembergue ao Estado da Turíngia, formou-se um engarrafamento de 150 quilômetros na tarde de sexta-feira, que só se desfez 24 horas depois.

Nas estradas de ferro houve interrupções em vários trechos, neste início de semana, por causa de árvores caídas com o peso da neve. Fiação congelada e neve amontoada pelo vento também causaram distúrbios e atrasos nas ferrovias.

- 45ºC e perigo de avalanches - No sul, onde o frio bateu um novo recorde, devem cair 20 centímetros de neve, informou o Serviço Alemão de Meteorologia, De madrugada, a temperatura no Lago Funtensee, perto de Berchtesgarden, sul da Baviera, chegou a 45,9ºC negativos, segundo informações da Meteomedia. Trata-se de um novo recorde de frio na Alemanha, desde 1870, quando começaram a ser feitos regularmente medições e registros de temperaturas. Nos Alpes da Baviera podem ocorrer avalanches. O perigo aumenta se houver sol durante o dia, advertiu o serviço de meteorologia. No domingo, uma avalanche custou a vida de um homem de 36 anos, na região de Geigelstein (Baviera).

Intransitável - No leste alemão, especialmente na Turíngia, a neve está impedindo qualquer atividade ao ar livre. No Brocken, a montanha mais alta da Alemanha, e na cadeia montanhosa do Harz, situada nesse estado, ventos de até 140 quilômetros horários levantaram montes de neve de até 4 metros. Em algumas cidades, nem os veículos municipais de remoção de neve conseguiram transitar para entrar em ação. Nos estados do ocidente, pelo contrário, a neve úmida logo derreteu e não causou problemas ao pouco trânsito do dia de natal.