1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Otan se declara pronta para ajudar a Turquia

Diante das recentes invasões do espaço aéreo turco por jatos russos, secretário-geral da Aliança Atlântica afirma que defesa coletiva será reforçada e que, "se necessário", vai enviar forças para a Turquia.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou nesta quinta-feira (08/10) que os membros da aliança militar concordaram em adotar as medidas necessárias para fortalecer a sua defesa coletiva. Stoltenberg concedeu entrevista em Bruxelas depois de um encontro de ministros da Defesa da Otan.

Segundo ele, o Conselho do Atlântico Norte, órgão de decisão política da Otan, deu sinal verde para o plano de fortalecer a força de resposta rápida da aliança militar. Ela terá seu tamanho ampliado para 40 mil soldados, e a "Spearhead Force" poderá entrar em ação em até 48 horas.

Esta força poderá ir aonde for necessário para defender países-membros e aliados de ameaças, acrescentou Stoltenberg. Ele disse que a decisão reforça a segurança nas fronteiras leste e sul, incluindo a Turquia.

"A Turquia é um aliado muito forte e capaz, mas é claro que a Otan está sempre pronta para fortalecer e apoiar", declarou Stoltenberg. "Estamos em constante diálogo com a Turquia para ver se é necessário fazer mais."

A Otan também vai instalar duas forças de integração na Eslováquia e na Hungria para complementar as seis unidades já existentes na Estônia, Letônia, Lituânia, Polônia, Bulgária e Romênia.

Stoltenberg reiterou que a aliança considera inaceitáveis as violações do espaço aéreo turco pela Rússia. "Vemos uma ampliação da atividade militar russa na Síria", disse Stoltenberg. "E os ministros concordam que a escalada militar russa na Síria cria sérias preocupações."

"Ampliamos nossa capacidade de apoiar e ajudar nossos aliados, mas é claro que isso também inclui aqueles que estão realmente próximos da violência, próximos dos distúrbios que vemos no sul – nesse caso, a Turquia. Se necessário, vamos enviar", disse o chefe da Otan.

"Tudo isso envia uma mensagem clara para todos os cidadãos da Otan: a Otan vai defender vocês. A Otan está presente. A Otan está pronta", disse Stoltenberg.

AS/dpa/ap

Leia mais