1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Otan faz exercícios militares no norte da Europa

Aliança Atlântica mobiliza mais de cem aviões e 4 mil soldados, em manobras tidas como resposta ao aumento das atividades militares russas na região. Nove países estão envolvidos.

Seis países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), ao lado de Suécia, Finlândia e Suíça, participam nesta terça-feira (26/05) de uma grande manobra aérea no norte da Europa. Mais de cem aviões de guerra e 4 mil soldados fazem parte dos exercícios.

As manobras, que vão até o dia 4 de junho, contam com a participação das Forças Armadas de Alemanha, Noruega, Reino Unido, França, Holanda e EUA.

De acordo com o vice-comandante das operações, Carl-Johan Edström, está sendo treinado um cenário fictício para a instalação de uma zona de exclusão aérea, como aconteceu na Líbia em 2011.

O objetivo do exercício é treinar o planejamento e a realização de missões aéreas complexas, explicou o general de brigada norueguês Jan Ove Rygg, comandante das manobras.

O exercício conjunto vem num momento de relativa tensão na região. Nos últimos meses, os países do norte europeu registraram em suas fronteiras um aumento das atividades da Força Aérea da Rússia. O procedimento dos russos é visto com desconfiança devido ao conflito no leste da Ucrânia.

Paralelamente às manobras da Otan, os russos iniciaram, sem aviso prévio, um exercício aéreo. Segundo o ministro da Defesa da Rússia, Serguei Shoigu, o presidente Vladimir Putin ordenou as manobras de quatro dias para o treinamento da preparação de combate.

Até a próxima quinta-feira, 12 mil soldados e 250 aviões de combate deverão treinar a defesa contra ataques aéreos inimigos na região dos Urais e na Sibéria.

CA/afp/dpa/dw

Leia mais