1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Os vencedores e perdedores da primeira fase da Copa do Mundo

A fase de grupos do Mundial no Brasil chega ao fim com muitas surpresas. Por um lado, boa parte das equipes sul-americanas avança às oitavas, e torcedores veem chuva de gols. De outro, grandes times são eliminados.

Com partidas emocionantes e cheias de gols, poucas vezes os torcedores puderam se divertir tanto como nesta Copa do Mundo realizada no Brasil. Nos jogos da fase de grupos, os estádios estiveram quase sempre lotados e com uma ótima atmosfera, assim como nas cidades-sede do megaevento.

Antes do início do torneio, uma dúvida prevalecia: o Brasil seria capaz de organizar uma Copa do Mundo? A resposta é sim, mesmo que muitos dos problemas previstos acabassem ocorrendo. A distância entre as cidades-sede é grande e os trajetos geralmente incluem muitos obstáculos e escalas. O caos que muitos temiam ficou por conta de protestos. Talvez por isso que a polícia, nos primeiros dias do evento, tenha agido com rigor até mesmo contra manifestações de menor porte.

Nos gramados, brilharam principalmente as equipes da América do Sul, transformando a Copa do Mundo em uma Copa América com algumas equipes convidadas da Europa, Ásia e África. Apenas o Equador caiu pelo caminho. Por sua vez, Chile e Colômbia superaram adversários considerados favoritos. Brasil e Argentina não decepcionaram, e o Uruguai confirmou as expectativas. Além disso, três dos quatro representantes das Américas Central e do Norte continuam na briga pelo título.

Os alemães jogaram com solidez a primeira fase, mas o futebol da equipe encantou seus torcedores apenas na estreia, com a goleada sobre Portugal. Ainda assim, o time de Joachim Löw atingiu seus objetivos e conquistou sete pontos, com duas vitórias e um empate – o que é considerado um bom rendimento.

Destaques dentro e fora de campo

Quanto aos grandes artilheiros, Cristiano Ronaldo foi o único que decepcionou. Neymar, Lionel Messi, Arjen Robben, Thomas Müller e Karim Benzema se apresentaram no torneio mais importante da temporada no auge de suas formas.

No entanto, uma das maiores estrelas da primeira fase não vestia uniforme, mas terno e gravata. Com apenas 1,68 metro de altura, o técnico do México, Miguel Herrera, comemorava e gesticulava na área técnica com tamanha emoção, que acabou conquistando a simpatia dos torcedores de todo o mundo.

O artilheiro da Alemanha, Miroslav Klose, deixou seu nome gravado na história. Menosprezado por muitos devido a sua idade, o atacante entrou no segundo tempo da partida contra Gana e logo deixou sua marca. Com 15 gols em Copas do Mundo, ele igualou o recorde de Ronaldo como o maior artilheiro de Mundiais. Além disso, ao participar de quatro Copas do Mundo, ele se juntou aos maiores recordistas em participações no torneio como Pelé e o craque alemão Uwe Seeler.

Pela primeira vez em Copas do Mundo, os árbitros não estão mais sós, e podem contar com a assistência da tecnologia da linha do gol. Na partida entre França e Honduras, ela entrou pela primeira vez em ação num Mundial e funcionou como deveria. A alegria foi grande, especialmente entre os inventores da empresa alemã GoalControl, que desenvolveu essa nova ferramenta.

O uso do spray de espuma para delimitar a distância das barreiras nas cobranças de falta também foi aprovado. Os árbitros puderam conferir a distância de 9,15 metros simplesmente aplicando o spray sobre a grama e deixando que os jogadores não desrespeitassem a distância.

Fußball WM 2014 Kroatien Mexiko

O técnico mexicano Miguel Herrera conquistou a simpatia dos torcedores

Tecnologia não evita excesso de erros de arbitragem

Mas as novas tecnologias não foram suficientes para evitar todos os erros nas quatro linhas. Os árbitros deixaram o jogo correr e falharam ao não punir algumas faltas graves nem mesmo com cartão amarelo. Eles erraram até em algumas situações decisivas que influenciaram os resultados de algumas partidas.

Logo no jogo de estreia houve um pênalti controverso marcado em favor do Brasil. No duelo entre México e Camarões, dois gols da equipe mexicana foram incorretamente anulados. Diversas situações de pênalti deixaram de ser assinaladas e algumas cotoveladas passaram em branco entre as quatro linhas, assim como a mordida do atacante uruguaio Luis Suárez no ombro do jogador italiano Giorgio Chiellini.

WM 2014 Gruppe G 2. Spieltag Deutschland Ghana

Klose marca seu 15º gol em Copas do Mundo e igualou o recorde de Ronaldo no torneio

Mas fora dos gramados, a mordida não deixou de ser punida. Suárez acabou suspenso pela Fifa por nove partidas oficiais – o que o deixa fora da Copa do Mundo – e terá que ficar afastado dos gramados por quatro meses, além de pagar uma multa de 100 mil francos suíços (cerca de 112 mil dólares).

As favoritas Espanha, Itália e Inglaterra – três seleções campeãs mundiais – tiveram que ir para casa mais cedo. A maior supresa foi a fraca atuação da atual campeã, a Espanha, e da Itália. A Inglaterra pagou o preço pelo alto pelo predomínio das estrelas estrangeiras no campeonato inglês.

Também a Ásia, um dos maiores mercados do futebol, decepcionou. As três equipes classificadas nas eliminatórias asiáticas – Japão, Coreia do Sul e Irã – não conseguiram surpreender na Copa.

Vida dura para os africanos

Pela primeira vez, duas seleções africanas se classificaram para as oitavas de final. Ainda assim, as equipes do continente foram responsáveis por alguns dos destaques negativos desta primeira fase. Nigéria e Gana enfrentaram crises internas em relação à premiação dos jogadores, com ameaças de boicotes a jogos e treinos por parte dos atletas.

Fußball WM 2014 Argentinien Nigeria Jubel

A Nigéria foi uma das duas seleções africanas classificadas para a próxima fase da Copa

A equipe ganesa chegou a expulsar Kevin-Prince Boateng e Sulley Muntari. O primeiro, acusado de fazer graves ofensas ao técnico da equipe, e o segundo por supostamente agredir um membro da delegação.

A seleção de Camarões já havia retardado sua viagem ao Brasil também em razão de desentendimentos quanto às premiações aos atletas. No torneio, os "leões indomáveis" deixaram a desejar e nem mesmo marcaram pontos. Na última partida, contra o Brasil, alguns jogadores chegaram a se desentender dentro de campo.

Espera-se que Nigéria e Argélia, as duas equipes africanas classificadas para a próxima fase, chamem a atenção apenas por atitudes positivas e desportivas. Qualidade para isso as duas equipes certamente possuem, mesmo que um título para uma equipe africana ainda pareça estar bastante longe.

Leia mais