1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Os temas apresentados no Futurando 40

Veja uma alternativa de combate à poluição nas metrópoles do mundo inteiro. E ainda a invenção brasileira que foi parar nas Filipinas: a lâmpada de garrafa pet.

Este Futurando, edição de número 40 e exibido no dia 15 de junho de 2013, revelou os primeiros resultados de uma pesquisa que pode ajudar a reduzir a poluição nas grandes cidades. Cientistas do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, descobriram o papel do dióxido de titânio na natureza. A substância é capaz de retirar do ar o óxido de nitrogênio, liberado pelos automóveis e considerado um dos gases mais perigosos para a saúde humana.

De acordo com a descoberta, muretas de proteção de estradas e ruas poderiam ser revestidas com o material. Testes já foram feitos em telhados, azulejos e papéis de parede. Só tem um detalhe: para funcionar, a inovadora técnica precisa de Sol.

O programa também mostrou uma tinta que produz energia a partir de minerais como grafite e prata: é a chamada tinta eletrocondutora. Ela absorve a luz do Sol e a converte em eletricidade. No futuro, estudiosos acreditam que a tinta deverá ser usada na cobertura de fachadas de prédios.

Você viu também uma invenção brasileira que chegou às Filipinas: a lâmpada de garrafa pet. A autoria do projeto é de Alfredo Moser, de Uberaba, em Minas Gerais. Simples e genial. Basta abrir um espaço no teto e colocar uma garrafa cheia de água e cloro. É garantia de luz enquanto houver Sol e economia no fim do mês.

Aranhas atacam Hamburgo, na Alemanha.

Aranhas "atacam" Hamburgo, na Alemanha.

Do mundo dos bichos veio uma reportagem curiosa sobre um "ataque" de aranhas à cidade de Hamburgo. Uma espécie atraída pela água e pela luz artificial está incomodando os moradores. Uma bióloga foi chamada para estudar o fenômeno e constatou que elas se reproduzem muito rápido: 1500 filhotes em sete meses. Pesquisadores buscam um jeito de acabar com o problema.

Em uma entrevista no estúdio, a pesquisadora Raquel Werneck falou sobre outro aracnídeo, o opilião. Bem parecido com aranha, porém com o corpo triangular, ele não é muito famoso no Brasil. Também não oferece perigo e nem tem veneno.

E o Futurando surpreendeu com uma matéria sobre formigas criadas como animais de estimação. Os donos dizem ter escolhido esse tipo de bichinho por curiosidade sobre o comportamento social dentro dos formigueiros e, também, porque elas não fazem barulho.

Sobre o Futurando

O Futurando indica tendências que estão ajudando a moldar o mundo de amanhã. O programa semanal de ciência, meio ambiente e tecnologia da Deutsche Welle mostra projetos inovadores em uma linguagem acessível. No site do programa (www.dw.de/futurando), a redação reúne ainda matérias que tratam, com maior profundidade, dos assuntos apresentados na semana.

Assistir ao vídeo 25:29

Futurando 40

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados