1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Os temas apresentados no Futurando 3

Os segredos do cérebro e a produção de energia com flores são os destaques deste "Futurando". Veja ainda simuladores para controlar o fluxo de pessoas na maior estação de trem do Japão e a exploração de borracha no Peru.

Cérebro

Cérebro

A terceira edição do Futurando que foi ao ar neste sábado, dia 29 de setembro de 2012, oferece uma viagem pela ciência, tecnologia e meio ambiente e destaca o trabalho de pesquisadores que tentam mapear o cérebro humano. O uso de simuladores para controlar o fluxo de pessoas na maior estação de trem do Japão e a exploração de borracha no Peru também são assuntos desta edição.

Para começar, o Futurando 3 mostra uma pesquisa da Universidade Politécnica de Lausanne, na Suíça, que promete revolucionar a forma como o cérebro humano é visualizado. Um simples pensamento ativa milhões de células – o que os pesquisadores do Blue Brain Project querem é poder ver tudo isso, em tempo real, na tela do computador. Como o cérebro humano tem cerca de 100 bilhões de neurônios, o processamento das informações precisa ser feito por um dos computadores mais rápidos do mundo.

Da internet vêm as informações que ilustram uma reportagem sobre novas e modernas técnicas de impressão. Especialistas em informática de Chemnitz desenvolveram uma tecnologia para imprimir baterias. Algumas empresas já estão explorando técnicas similares comercialmente. Até fontes de energia podem ser impressas em papel e alimentar uma lâmpada de LED.

Simuladores ajudam a tornar mais seguros locais de grande fluxo de pessoas

Simuladores ajudam a tornar mais seguros locais de grande fluxo de pessoas

Simuladores

Mas a alta tecnologia também faz parte de situações cotidianas, como andar de trem. No Japão, na maior estação do país, um programa de computador ajuda a simular o fluxo de pessoas e prevê possíveis pontos de estrangulamento em horários de pico. A simulação permite antecipar situações que poderiam oferecer risco aos usuários. O Futurando foi conhecer esse sistema.

Nem só os usuários de trem precisam de espaços seguros para circular. As dificuldades de locomoção aumentam com a idade. O Futurando conversou com cientistas que descobriram como reduzir o risco de quedas entre os idosos. Caminhar de forma correta, por exemplo, pode parecer uma ação simples, mas melhora a qualidade de vida.

Exploração sustentável

Flores podem ser uma fonte de energia limpa

Flores podem ser uma fonte de energia limpa

Pessoas que vivem na porção peruana da floresta amazônica também estão em busca de qualidade de vida e querem fazer isso de forma sustentável. O programa foi conhecer quem vive da exploração de látex, a relação dessas pessoas com a floresta e como trabalham para manter o meio ambiente livre do desmatamento.

Ainda no programa desta semana, a pesquisadora alemã Imme Scholz, vice-presidente da Agência Alemã de Desenvolvimento (DIE, na sigla em alemão), faz uma interessante análise da relação entre as desigualdades sociais e ambientais na América Latina.

Para fechar a terceira edição, o Futurando foi conhecer uma aplicação inovadora de uma tecnologia que tem trazido ganhos para o meio ambiente: os biodigestores. Mas, em vez de cereais ou outros tipos de monocultura, a iniciativa mostrada no programa usa flores do campo. Uma ideia colorida para produzir energia limpa.

Assistir ao vídeo 26:16

Futurando 3

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados