1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Dados Geográficos

Os rios

Os rios desempenham um papel fundamental na Alemanha, não só na economia, como também na própria história do país.

"Germânia" foi a denominação que os romanos deram ao território situado entre os rios Reno, Elba e Danúbio, povoado ao norte pelas tribos saxônicas e frísias, ao oeste pelos francos, ao centro pelos turíngios e ao sul pelos suábios, alemães e bávaros.

Os principais rios alemães concentram-se no oeste do país, enquanto o nordeste caracteriza-se por ser uma região de lagos, de grande importância turística. A ação dos fenômenos glaciais sobre a planície setentrional determinou a formação de numerosos lagos, como o Müritz, os de Mecklemburgo e o Schwerin, e de pequenos cursos fluviais.

O maior rio da Alemanha é o Reno, com seus grandes afluentes Meno, Mosela, Neckar e Ruhr. Outras vias fluviais importantes são Elba, Danúbio, Spree, Weser, Oder e Neisse. Todos são regulares e constituem importantes vias de transporte. Em torno do Reno e de seus afluentes, desenvolveram-se grandes centros urbanos, núcleos industriais, zonas agrícolas, vinícolas e minas. O Elba, o Weser, o Ems e o Reno desaguam no Mar do Norte.

Cursos marcam fronteiras

Finowkanal - Eberswalde

Finowkanal, em Eberswalde (Brandemburgo)

À exceção do Danúbio, que flui de oeste para leste até desembocar no Mar Negro, os demais grandes rios da Alemanha correm de sul para norte. O Elba, procedente da Boêmia, na República Tcheca, liga as cidades de Dresden, Magdeburg e Hamburgo.

O Weser tem origem na confluência dos rios Werra e Fulda na Baixa Saxônia, e o Ems, na Floresta de Teutoburgo. Ambos apresentam coloração escura, decorrente das turfeiras em suas cabeceiras, e correm lentamente até as desembocaduras. O canal de Mittelland, na Baixa Saxônia, constitui a principal artéria fluvial da região, sulcada por muitos canais que formam uma rede de comunicação entre o Ems, o Weser, o Aller, o Elba e o Oder.

O rio Reno nasce no maciço de São Gotardo, nos Alpes suíços, e atravessa o Lago de Constança, no sul do país. Seu curso marca a fronteira da Alemanha com a Suíça e com a França. Em território alemão, o Reno passa por Speyer, Mannheim, Mainz, Bonn, Colônia e Düsseldorf, desembocando no litoral holandês do Mar do Norte.

Um amplo sistema de canais permite o acesso a partir do Reno a outros grandes cursos fluviais, como o Elba, o Danúbio, o Ródano e o Marne. O Oder determina a fronteira com a Polônia, onde ele desemboca no Mar Báltico. Seu principal afluente em território alemão é o Neisse.

O Danúbio, que se origina da confluência de dois pequenos rios procedentes da Floresta Negra, o Brigach e o Breg, percorre os planaltos subalpinos de oeste para leste, passando pela Alemanha, Áustria, Hungria e Romênia.

Sua importância comercial, entretanto, é inferior à do Reno. Ao longo de seu curso alemão, recebe as águas do Altmühl e do Naab, pela vertente setentrional, e as do Iller (em Ulm, a partir de onde o Danúbio se torna navegável), do Lech, do Isar e do Inn pelo lado sul, a partir das vertentes alpinas.

O transporte fluvial

Ford Autos werden auf dem Rhein verschifft

Ford transporta de navio veículos produzidos em Colônia, na Alemanha, para a Inglaterra

A navegação fluvial concentra-se sobretudo no rio Reno e seus afluentes, todos com excelente infra-estrutura. A densa malha de rios e canais navegáveis perfaz 7,5 mil quilômetros e é um importante eixo de trânsito nas direções leste-oeste e norte-sul, tanto para o transporte de passageiros como de cargas. Cerca de 60% de todo o transporte fluvial na Alemanha acontece no trecho de 700 quilômetros entre Basiléia, no sul, e a fronteira com a Holanda, no oeste.

O Lago de Constança (Bodensee) é o maior da Alemanha, com 536 quilômetros quadrados e uma profundidade média de 90 metros. Na Baviera, dois lagos de grande importância turística são o Chiemsee e o Starnberger See. 

Principais rios da Alemanha:

  • Reno – 865 km (dentro da Alemanha)
  • Elba – 727 km  
  • Danúbio – 647 km 
  • Meno – 527 km
  • Weser – 452 km
  • Spree – 382 km
  • Mosela – 242 km

Maiores canais navegáveis:

  • Mittellandkanal – 325,3 km
  • Dortmund-Ems-Kanal – 223 km
  • Main-Donau-Kanal (Meno-Danúbio) – 171 km
  • Nord-Ostsee-Kanal – 99 km