1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Orgulho pela seleção supera dor da derrota

Grande parte da mídia alemã e do resto da Europa elogia a seleção alemã e o trabalho do técnico Klinsmann. Embora lamentem a derrota alemã na semifinal contra a Itália, comentaristas acham merecida a vitória italiana.

default

Fim do sonho do tetra!

Alemanha

Frankfurter Allgemeine Zeitung (FAZ): "Com lágrimas nos olhos, mas cheios de orgulho, os torcedores alemães reagiram à eliminação na semifinal contra a Itália. A derrota arrancou a nação brutalmente de seu sonho de conquistar o tetra. Mas, em todo o país, as pessoas agradecem à equipe do técnico Jürgen Klinsmann pelas quatro semanas de carnaval de rua em pleno verão."

"O fato de o futebol ofensivo e empolgante ter proporcionado tanta alegria aos alemães e empurrado os céticos profissionais para a defensiva é uma vitória que, mesmo depois da derrota para a Itália, não se consegue mais tirar facilmente de Jürgen Klinsmann. Agora depende do técnico flanquear com sua decisão pessoal a ambição por um trabalho continuado. Graças a Klinsmann, o futebol alemão ganhou leveza e perspectiva inesperada nas últimas semanas. Não aproveitá-las e deixar apagar esta chama seria uma perda bem maior do que a derrota na semifinal – com ou sem Klinsmann."

Bild: "Que pena, teria sido tão bonito! Agora, disputaremos o terceiro lugar no sábado e não reclamemos disso. Dizemos a 'Klinsi' e todos os seus jogadores: obrigado por esta Copa maravilhosa! Vocês lutaram como campeões mundiais. O que cresceu nas últimas semanas, vai perdurar. Os alemães redescobriram o amor pelo seu país e sua seleção. Levantem a cabeça, garotos. A Itália (ainda) é muito forte para nós..."

WM Fußball Deutschland Italien Reaktionen Presse

Manchetes alemãs: 'Choramos com vocês' e 'Noite das lágrimas'

Kölner Stadt-Anzeiger: "A Operação Copa 2006 iniciada por Jürgen Klinsmann há cerca de dois anos aproxima-se do final − praticamente em altíssimo nível, na disputa pela terceira posição. É – quase – este objetivo que Klinsmann vinha anunciando desde o início. Seu projeto inicialmente foi recebido com admiração, depois com irritação e mesmo com deboche por observadores e críticos. Ao final, Klinsmann teve razão e todos os outros estavam errados. Só isso já é motivo de congratulação. Quem viveu a emoção dos espectadores no estádio de Dortmund, as grandes festas nas ruas de todo o país [...] tem que admitir: Klinsmann tem o controle sobre um país inteiro. Isso que ainda não chegamos bem ao final da Copa."

Espanha

As: "A sorte deu vitória imerecida à Alemanha no jogo contra a Argentina. Agora, no entanto, Deus olhou para a Itália, que desta vez mereceu a vitória."

Argentina

Olé: "Itália e Alemanha encontravam-se no melhor caminho para a disputa de pênaltis. Mas a dois minutos do final veio um zagueiro e colocou a equipe de Lippi em vantagem no placar. Os donos da casa, que simplesmente não conseguem derrotar a Itália numa Copa, agora disputam o terceiro lugar. Que pena."

Itália

La Gazzetta dello Sport: "Voa, Itália, voa. Grosso-Del Piero: Azzurri na final, delírio em todas as praças. Cannavaro, kaiser da Alemanha."

La Stampa: "Itália maravilhosa. Grosso e Del Piero nos presenteiam com a final. Vamos a Berlim. A festa explode nas praças. Todos unidos pelo triunfo azul."

Reino Unido

Daily Mail: "Lágrimas, quando o sonho de Jürgen [Klinsmann] é destruído. Os alemães sempre ganham quando há disputa de penalidades máximas. Mas, antes disso, os italianos sempre derrotam os alemães."

França

Le Figaro: "A Itália apaga o sonho dos alemães. Foi impressionante ver quanta coragem a squadra demonstrou no caldeirão de Dortmund."

L' Equipe: "A Itália estraçalha o sonho alemão. Itália mágica. Cannavaro apaga as chamas. Ballack não esteve à altura."

Leia mais