1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Organização impecável garante o sucesso da Copa

Craques fracassaram dentro das quatro linhas e favoritos viram os astros na penumbra de fortes marcações, mas a Alemanha conseguiu oferecer alegria ao mundo em um evento que será lembrado pelos sorrisos fora de campo.

default

As áreas para os torcedores receberam o dobro de pessoas do que era esperado

A Espanha caiu nas oitavas-de-final, mas os espanhóis não sentiram tanta dor. O Brasil, a Argentina e a Inglaterra ficaram pelas quartas, e ainda assim brasileiros, argentinos e ingleses registraram mágoa que logo foi esquecida. Portugueses e alemães foram eliminados na semifinal e sorriram mesmo assim. Franceses, que alcançaram a final, também.

A Itália, mesmo se não fosse campeã, veria, de alguma forma, alegria no semblante de seu povo. Assim como as promessas africanas, as sul-americanas, européias ou asiáticas que ficaram pelo meio do caminho nesta Copa.

Todos os torcedores, com vitórias ou não dentro de campo, tiveram motivos para festejar na Alemanha em 2006. Não pelo que suas equipes fizeram, mas pela organização impecável do país que garantiu a felicidade mesmo em caso de derrota.

A sensação de segurança, o clima alegre e amistoso, a metamorfrose impressionante de um povo conhecido pelo seu duro comportamento, as paisagens fantásticas e os estádios de primeira linha. O extracampo definitivamente deu o tom nesta Copa e garantiu a alegria do futebol que geralmente é apresentada na forma de gols e jogadas plásticas.

O gramado não foi o melhor palco para os shows. E, no Mundial de baixo nível técnico e de poucas bolas nas redes, as fan meilen – áreas com telões para as torcidas assistirem aos jogos e festejar –, por exemplo, foram as substitutas e organizaram as festas coletivas que se estendiam por horas antes e após os jogos.

Superação

Alemães enrolados em preto, vermelho e amarelo-ouro, mexicanos usando sombreros, brasileiras de biquínis, fãs suíços com sinos de vacas – milhões de pessoas se reuniram nos espaços reservados exclusivamente aos torcedores nas cidades sedes de jogos ou localidades próximas para celebrar e assistir às partidas em telões.

O sol brilhou, comida e bebida eram acessíveis e a atmosfera foi pacífica. De 9 de junho a 9 de julho. "Foi uma Copa do Mundo incrível e a maior festa do mundo", declarou o presidente da Fifa, Joseph Blatter. "A atmosfera se espalhou dos estádios para as cidades, para o país e para todo o mundo. Nós esperávamos uma Copa fantástica na Alemanha, mas isto superou tudo o que poderíamos prever", completou.

WM Fußball Fan Party in Berlin Brandenburger Tor

O espírito do slogan 'O Mundo entre Amigos' marcou o clima das festas

Diversas pessoas disseram que as f an meilen eram muitas vezes melhores do que os próprios jogos da Copa – marcados por partidas sem brilho e com poucos gols. Mas a baixa estatística em campo não diminuiu o espírito das festas organizadas. Alemães e visitantes cantaram, dançaram e se divertiram durante todo o dia.

O slogan da competição "O Mundo entre Amigos" e os espaços para os torcedores foram parte do esforço do Comitê Organizador para dar fim à imagem negativa dos alemães no exterior.

Cerca de 14 milhões de pessoas visitaram as áreas especiais, o dobro do número esperado pelos organizadores. Além disso, cerca de dois milhões de estrangeiros visitaram a Alemanha durante a competição.

Leia mais