1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Oposição venezuelana realiza primárias para eleição legislativa

Eleitores escolhem cerca de um terço dos candidatos da oposição que participarão da eleição parlamentar no final do ano, ainda sem data definida. Votação transcorre sem incidentes.

A oposição venezuelana realizou neste domingo (17/01) primárias para escolher parte dos candidatos que disputarão as eleições parlamentares no final deste ano, que ainda não têm data marcada.

Apenas 7,3% dos eleitores habilitados para as primárias foram às urnas. Apesar do baixo comparecimento, a aliança Mesa da Unidade Democrática (MUD), formada pelos partidos da oposição, fez uma avaliação positiva da votação, que transcorreu sem incidentes.

Segundo os opositores, a imprensa ligada ao governo, sobretudo a estatal, boicotou as primárias, que tiveram uma cobertura reduzida. O líder oposicionista Henrique Capriles acusou o governo de Nicolás Maduro de promover a desmobilização do eleitorado para evitar a participação não só nas primárias, como também nas eleições no final do ano.

A população pôde escolher cerca de um terço dos candidatos oposicionista que disputarão as 165 cadeiras da Assembleia Nacional. A eleição foi realizada em 12 dos 23 estados. As 42 vagas disponíveis nas primárias da oposição foram disputadas por 109 candidatos. Os outros candidatos da oposição serão selecionados por uma comissão partidária formada por integrantes da MUD.

A votação ocorreu sem incidentes. Capriles parabenizou os candidatos eleitos e afirmou que eles são os líderes escolhidos para defender o povo na Assembleia Nacional e promover a mudança que o país precisa. Pesquisas recentes mostraram que os candidatos favoritos da oposição têm grandes chances de ganhar uma parcela significativa dos assentos no parlamento.

CN/rtr/dpa/efe

Leia mais