1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Opinião: A dignidade humana é inviolável

O movimento mais importante que se observa na Alemanha é o engajamento de milhares de voluntários em prol do acolhimento dos refugiados, afirma o presidente da Confederação Alemã de Sindicatos, Reiner Hoffmann.

default

Reiner Hoffmann é presidente da Confederação Alemã de Sindicatos

Diante dos numerosos refugiados e migrantes, a Alemanha enfrenta desafios inusuais e grandes. E, pelo fato de eles serem inusuais, formou-se agora uma igualmente inusual aliança pelo cosmopolitismo, solidariedade, democracia e Estado de Direito, voltada contra a intolerância, a misantropia e a violência.

Juntas, organizações e federações da parceria social, das religiões, do esporte, das associações beneficentes, da proteção ambiental e da cultura ligadas a esta aliança possivelmente formam uma das maiores coligações da sociedade civil que já se viu na Alemanha.

Com nosso apelo, queremos emitir um sinal político claro e urgente. Sim, os desafios são grandes. Mas estamos convencidos de que poderemos vencê-los em conjunto, como sociedade civil e com os refugiados. Isso não será possível sem esforços de todos os lados, tanto da nossa parte como também da parte dos refugiados e migrantes. Isso tampouco será possível sem as condições e regras formuladas no apelo, ou sem investimentos em educação, infraestrutura e pessoal.

Precisamos e temos uma postura definida diante daqueles que contrapõem racismo, misantropia e ódio a tais desafios. Com mais de 900 ataques contra alojamentos de refugiados e com a inegável guinada para a direita em numerosos países-membros da União Europeia, iniciou-se uma dinâmica que precisamos freiar.

Cada ataque a um lar de refugiados é um ataque demasiado. Precisa-se deixar claro que o movimento muito maior e mais importante é aquele que, no momento, observa-se na Alemanha e também em outros países que acolhem refugiados: o grande e generoso engajamento de milhares de voluntárias e voluntários, e o incansável empenho de colaboradoras e colaboradores nas comunidades, nas escolas, na polícia, nas empresas, nos lares para refugiados e migrantes.

Com este apelo, nós nos opomos aos populistas e extremistas de direita, não importa sob qual disfarce eles se apresentem, e conclamamos ao engajamento contra eles, nas ruas, no local de trabalho ou na internet.

Nós iniciamos esta aliança porque locais de trabalho – sejam escritórios ou fábricas, sejam canteiros de obras ou supermercados – são lugares em que a integração é vivida em todas as suas facetas. Neles, gente de diferentes culturas e origens se encontra, há décadas. Gente que empreende algo em conjunto e que se conhece, não é mais estranha. Nossos parceiros de aliança se empenharão dentro de suas próprias estruturas pelas metas do apelo – mas vamos também desenvolver modelos conjuntos.

Os dez atuais parceiros da aliança desejam, além disso, que esta Aliança pelo Cosmopolitismo fique maior – não se trata de um evento exclusivo. Para tal, nas próximas semanas vamos nos empenhar junto a outros possíveis parceiros, organizações ou personalidades públicas para que eles cooperem conosco ou se unam a nós.

Observação da redação: "Die Würde des Menschen ist unantastbar" (a dignidade humana é inviolável) é a primeira frase (primeiro parágrafo do primeiro artigo) da Lei Fundamental (Constituição) da Alemanha.

Leia mais