1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

ONU diz que 43 capacetes azuis foram sequestrados nas Colinas de Golã

Captores são rebeldes sírios, de um dos vários grupos que combatem as forças de Damasco na região. Em sequestros anteriores, soldados acabaram sendo libertados em segurança.

Um grupo armado sequestrou, nesta quinta-feira (28/08), 43 soldados da tropa de paz das Nações Unidas nas Colinas de Golã. Segundo comunicou a organização em sua sede em Nova York, os capacetes azuis foram capturados pela manhã, no lado sírio das colinas.

Eles pertencem às Forças das Nações Unidas de Observação da Separação (Undof), missão que monitora o cumprimento do acordo de separação assinado entre Síria e Israel em 1974, após a Guerra do Yom Kipur.

Golanhöhen Israel Syrien Rauch Kämpfe Grenzübergang 28.08.2014

Colinas de Golã são palco de combates constantes

Não está ainda claro quem são os sequestradores, já que vários grupos sírios, como a Frente al-Nusra, ligada à Al Qaeda, combatem o exército de Damasco na região. Na quarta-feira, guerrilheiros rebeldes haviam assumido o controle de um posto de fronteira nas Colinas de Golã, no disputado limite entre Israel e Síria.

A Organização das Nações Unidas declarou que "está fazendo todo esforço possível para assegurar a libertação dos observadores detidos", ressaltando que outros membros da Undof, detidos por forças armadas em março e maio, foram mais tarde libertados em segurança.

Em junho, o Conselho de Segurança da ONU condenou severamente os intensos combates entre o governo sírio e oposicionistas nas Colinas de Golã. Além dos sequestros de capacetes azuis, foguetes sírios têm repetidamente errado o alvo, atingindo a parte de Golã ocupada por Israel.

AV/ap/rtr/afp