1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

ONU anuncia trégua humanitária no Iêmen

Governo iemenita e rebeldes houthis concordaram em respeitar cessar-fogo de sete dias. Medida visa levar assistência para a população. ONU declarou país como região em estado de emergência humanitária.

Depois de semanas de confrontos entre as tropas do governo e rebeldes houthis, as Nações Unidas anunciaram nesta quinta-feira (09/07) uma trégua humanitária no Iêmen para possibilitar o fornecimento de ajuda necessária para a população. O cessar-fogo terá início às 22h59, hora local, de sexta-feira e deve durar até o dia 17 de julho.

Segundo o porta-voz da ONU Stéphane Dujarric, ambos os lados do conflito confirmaram ao secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, que respeitarão o cessar-fogo. "Uma trégua humanitária significa nenhum combate, nenhum bombardeio, nenhum tiro", ressaltou.

Em maio, uma trégua humanitária de cinco dias alcançada, mas depois do curto período de cessar-fogo, os combates continuaram com mais violência.

Há pouco mais de uma semana, a ONU declarou o Iêmen como região em estado de emergência humanitária. Quase metade do país sofre com a escassez de alimentos, mais de 21,1 milhões de iemenitas, ou seja, 80% da população, precisam de ajuda. Cerca de 9,4 milhões de pessoas não têm acesso fácil à água potável.

Os militantes houthis assumiram o controle sobre a capital iemenita em setembro. Em março, a Arábia Saudita iniciou uma campanha aérea no país, numa tentativa de derrotar os rebeldes houthis e restituir o governo do presidente exilado Abd Rabbuh Mansur al-Hadi.

Mais de 3 mil pessoas já morrem desde o início do conflito e mais de 1 milhão precisou abandonar suas casas.

CN/rtr/ap/afp/dpa

Leia mais