1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

ONU anuncia agenda para erradicar pobreza até 2030

Líderes mundiais chegam a acordo sobre novos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, que visam reduzir a desigualdade no mundo e combater o aquecimento global. Plano deve ser ratificado em setembro.

Os 193 Estados-membros das Nações Unidas chegaram na noite deste domingo (02/08) a um acordo sobre a agenda para o desenvolvimento global sustentável para os próximos 15 anos. O plano visa erradicar a pobreza até 2030, além de propor soluções para o aquecimento global.

Após duas semanas de negociações finais, os 17 objetivos da agenda para o desenvolvimento sustentável e uma declaração que prevê a implementação e revisão do acordo obtiveram consenso para substituir os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Nos últimos 15 anos, estes ajudaram a chamar atenção às necessidades das nações mais pobres.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, exaltou o acordo afirmando que "abrange uma agenda universal, transformadora e integrada, que anuncia uma reviravolta histórica para o nosso mundo".

"Este é um plano para encerrar a pobreza em todas as suas dimensões, irreversivelmente, em toda parte, sem que ninguém seja excluído", comemorou o secretário-geral.

Objetivos ambiciosos

Os novos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável visam erradicar a fome e a pobreza extrema, reduzir a desigualdade entre as nações e promover a igualdade de gênero, além de incentivar melhoras na administração de recursos hídricos e energéticos e combater o aquecimento global.

Analistas afirmam que, para atingir esses objetivos, serão necessários entre 3,3 trilhões de dólares e 4,5 trilhões de dólares em gastos públicos, investimentos e programas de ajuda humanitária, valor que equivale, aproximadamente, ao orçamento federal dos Estados Unidos para 2016, de 3,8 trilhões de dólares.

No mês passado, mais de cem países chegaram a um acordo para financiar os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável através da mobilização de recursos, como impostos, investimentos privados e canais para ajuda estrangeira.

Líderes mundiais irão se reunir na sede da ONU em Nova York, entre os dias 25 e 27 de setembro, para adotar formalmente a nova agenda. Assim, terão início os esforços para melhorar as vidas de um bilhão de pessoas que vivem com menos de 1,25 dólares por dia, principalmente na África subsaariana e na Ásia.

Ban Ki-moon afirmou que o encontro, que irá ocorrer à margem da Assembleia Geral da ONU, "irá marcar o início de uma nova era de desenvolvimento sustentável, na qual a pobreza será erradicada, a prosperidade, compartilhada, e os principais fatores do aquecimento global, combatidos".

RC/rtr/afp

Leia mais