1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Onda de calor na Índia já causou mais de mil mortes

Ao menos 852 pessoas morreram no estado de Andhra Pradesh, e mais 266, em Telengana, ambos no sul. Autoridades preveem que total de mortos deverá ser muito maior.

Mais de 1.150 pessoas morreram em consequência da onda de calor que atinge a Índia há mais de uma semana, disseram autoridades de proteção contra catástrofes de vários estados indianos nesta quarta-feira (27/05).

Os estados mais atingidos são Andhra Pradesh e Telangana, no sul do país, onde foram registradas temperaturas de até 48 graus Celsius. Mas a onda de calor também atingiu os estados do Rajastão, Haryana, Chandigarh, Bihar, Orissa e Chhattisgarh.

Para esta quinta-feira, os meteorologistas estão prevendo algumas chuvas nos estados de Andhra Pradesh e Telangana. Nesses dois estados, mais de mil pessoas morreram nos últimos dias por causa de insolação e desidratação – ao menos 852 em Andhra Pradesh desde 13 de maio e 266 em Telangana –, disse um funcionário do serviço de proteção de catástrofes.

Números de outros distritos ainda estão sendo computados, mas autoridades já preveem que o total de mortos deverá ser muito maior.

Por enquanto, todas as atenções estão voltadas para as monções do sudoeste da Índia. Espera-se que elas forneçam algum alívio. Infelizmente, a previsão é de que as chuvas não chegarão logo. Depois de atingir a costa sudoeste da Índia, elas provavelmente levarão mais algumas semanas para chegar até as partes mais secas no norte do país.

O jornal The Indian Express noticiou que as temperaturas da atual onda de calor estão 5 a 6 graus Celsius acima do normal, e o serviço de previsão meteorológica AccuWeather afirmou ser esta a onda mais intensa dos últimos anos.

CA/dpa/ap

Leia mais