1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

OMS diz que surto de ebola já causou ao menos 2.296 mortes na África Ocidental

Relatório de 6 de setembro mostra quase 200 novas mortes pela doença em comparação aos dados do dia anterior. Agência acredita que milhares de novos casos devam surgir na Libéria, o país mais afetado.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta terça-feira (09/09) que o número de mortos no pior surto de ebola já registrado alcançou ao menos 2.296 pessoas dos 4.293 casos registrados em países da África Ocidental.

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) indicou, ainda, que o número de casos "continua crescendo" em Guiné, Libéria e Serra Leoa, países onde a transmissão da doença é "ampla e intensa".

A maioria das mortes ocorreu na Libéria (1.224). Guiné registrou 555; e Serra Leoa e Nigéria reportaram 509 e 8 mortes, respectivamente. Os números mostram quase 200 novas mortes pela doença a partir de 06 de setembro, o que significa que os dados representam apenas um dia desde a atualização anterior da OMS, realizada em 05 de setembro.

Porém, a última atualização dos dados da Libéria – país mais afetado pela epidemia – foi realizada justamente no dia 05 de setembro e sugerem, portanto, que o número de mortes já se encontra em patamar mais alto.

Na segunda-feira, a OMS comunicou que espera que nas próximas semanas surjam "milhares de novos casos" da doença na Libéria. A chefe da missão da ONU no país, Karen Landgren, repassou ao Conselho de Segurança da ONU que ao menos 160 profissionais de saúde foram infectados pela epidemia, e que a crise está aumentando de forma exponencial.

FC/rtr/ap/afp

Leia mais