Oktoberfest completa 200 anos como festa dos superlativos | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 17.09.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Oktoberfest completa 200 anos como festa dos superlativos

Corrida de cavalos marcou a abertura da tradicional festa da cerveja em Munique, realizada pela primeira vez em 1810. Milhões de visitantes são esperados para a Oktoberfest, considerada a maior festa popular do mundo.

default

Participantes da abertura da Oktoberfest em Munique

Uma corrida de cavalos marcou a abertura nesta sexta-feira (17/09) em Munique, da Oktoberfest, considerada a maior festa popular do mundo, por atrair a cada ano milhões de visitantes. Os festejos prosseguem até 4 de outubro próximo e este ano são esperados mais de seis milhões de visitantes.

Além dos tradicionais grupos folclóricos e musicais, outro ponto alto do desfile de abertura foi a Münchner Kindl, personagem típico de Munique que aparece também no brasão da cidade. A "embaixadora da cidade" deste ano é Maria Newrzella, filha do presidente da Associação de Cervejarias de Munique.

NO FLASH Oktoberfest 2010

'Prosit!' é a expressão usada pelos bávaros ao brindarem

Também desfilaram em carruagens pares de uma atração especial dos festejos deste ano: o casamento, realizado pelo prefeito de Munique, de três casais em que um dos noivos vem da Baviera e, outro, da Saxônia, da mesma forma como Ludwig 1º e a princesa Therese von Sachsen-Hildburghausen, cujo casamento em 12 de outubro de 1810 deu origem à Oktoberfest.

Esta edição comemorativa da tradicional festa bávara recebeu uma área especial, dedicada ao passado, que fica ao lado do Theresienwiese, local da festa. Além de objetos históricos de antigas Oktoberfest, ali se pode saborear uma cerveja produzida especialmente para a edição do bicentenário, feita com uma receita antiga.

Infografik Oktoberfest Statistik BRASILIANISCH

História da Oktoberfest

A primeira Oktoberfest, com a presença de 50 mil pessoas, fez tanto sucesso que se resolveu repeti-la no ano seguinte. Na segunda edição, os produtores rurais da região usaram o evento para apresentar seus produtos, criando inclusive uma premiação para seus animais.

Alguns anos mais tarde, surgiram competições de tiro. Em 1819, apareceriam as primeiras tendas de cerveja e vinho, mais tarde as de licor e de guloseimas.

Isso tudo não mudaria o caráter de festa popular, e logo a população local passaria a chamar a festa carinhosamente de "Wiesn", em alusão a wiese, campo, referindo-se ao Theresienwiese. Com o passar do tempo, no entanto, foi esquecido que a origem de tudo havia sido um casamento.

Figuras típicas da festa

O evento ganhou tal importância que em 1931 um concerto de Felix Mendelssohn Bartholdy teve de ser adiado por causa da Oktoberfest, o que provocou grande irritação no compositor.

Oktoberfest Achterbahn mit Thumbnail

Estátua da Bavaria fica no parque onde é realizada a festa

O símbolo do Theresienwiese é a estátua da Bavária, de quase 20 metros de altura, figura alegórica feminina que simboliza o estado da Baviera. Ela foi inaugurada em 1850 por Ludwig 1º, então rei da Baviera.

Outra figura típica é o "Steyrer Hans" (Hans Steyrer, 1849-1906), o potente filho de um açougueiro e dono de bar. Em 1879, participou de um concurso circense que procurava o homem mais forte da Baviera. Steyrer ganhou todas as provas e, ao final, foi o único que conseguiu segurar durante alguns segundos, com seu dedo médio direito, uma pedra de 254 quilos. A partir daí ele passou a ser conhecido como "Hércules bávaro".

Interrupção nas guerras

No final do século 19, as cervejarias de Munique descobriram o potencial da festa como plataforma de propaganda, passando a oferecer a partir daí tendas cada vez maiores, atraindo mais e mais visitantes. E isso, por sua vez, faria crescer o também tradicional parque de diversões no Theresienwiese.

Flash-Galerie Oktoberfest 2009

Cerveja não pode faltar

Como o bom tempo é imprescindível para o andamento dos negócios em tal festa, a data do início da Oktoberfest foi fixada em setembro. Em 200 anos, a festa foi realizada 176 vezes. Durante as duas guerras mundiais, a tradição foi interrompida. Em outros dois anos, uma epidemia de cólera havia causado sua suspensão.

Após 1945, foram realizadas duas edições menores, mas em 1949 ela voltaria a ser realizada com toda a pompa. A tradição da abertura da festa ao meio-dia de sábado, através das palavras "O'zapf is" pelo prefeito de Munique, existe desde 1950.

Em 1980, o evento foi marcado por um atentado a bomba de um ativista de direita, causando a morte de 13 pessoas e ferimentos em outros 200 visitantes. Todos os anos, é realizada uma cerimônia em homenagem às vítimas no memorial na entrada do Theresienwiese.

Autores: Conny Paul/Roselaine Wandscheer
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais

Links externos