1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Obama visita familiares de Nelson Mandela em meio à disputa por herança

Na África do Sul, Obama não visitou Mandela, em consideração ao seu estado de saúde. Presidente dos EUA se encontra com colega de pasta Zuma e familiares de Mandela, que já brigam por herança do herói sul-africano.

Em viagem à África do Sul, o presidente norte-americano, Barack Obama, não visitou o líder sul-africano Nelson Mandela, em consideração à saúde debilitada do herói da luta contra o apartheid. Ele está internado há três semanas com uma infecção pulmonar, em estado considerado crítico pelos médicos do hospital em Pretória.

Mas o presidente norte-americano visitou neste sábado (29/06) os familiares do herói sul-africano. Os detalhes referentes ao encontro, de duração de 20 minutos e realizado no Centro de Memória Nelson Mandela, não foram divulgados pela Casa Branca.

Enquanto isso, a revista alemã Spiegel publicou neste sábado uma matéria em seu site afirmando que há alguns meses a família e amigos de Mandela brigam pela herança do ex-presidente sul-africano – considerado "uma máquina de dinheiro", que gera milhões de euros por meio da venda de suvenires como camisas, canecas, baralhos e imãs para geladeira com o rosto do ex-presidente, considerado um exemplo mundial e um dos símbolos da África do Sul.

Nelson Mandela 2009 bei Amtseinführung von Jacob Zuma

Nelson Mandela, em 2009, na posse do atual presidente Zuma

Além disso, a Fundação que leva o seu nome recebe também doações de todas as partes do mundo e recebeu, somente em 2012, cerca de 4,6 milhões de euros para a realização de projetos de apoio ao desenvolvimento. Ao mesmo tempo, não se sabe ao certo quanto Mandela possui. De acordo com o relatório anual da própria Fundação, Mandela recebe, como fundador, cerca de 250 mil euros por ano.

E a notícia de que Mandela está em estado crítico atiçou mais ainda a cobiça quanto à herança e em relação à pergunta: até que ponto a "marca" do ganhador do Prêmio Nobel da Paz pode ser comercializada? A revista Spiegel escreve ainda que a herança foi dividida em várias empresas que vendem suvenires e administram o patrimônio de Mandela.

Já desde abril, duas filhas de Mandela – Makaziwe e Zenani – brigam na Justiça com os três administradores da herança colocados pelo próprio Mandela para cuidar do patrimônio. Caso elas tenham sucesso com o processo, elas vão assumir o controle das empresas do pai e poderão, por exemplo, decidir quantos suvenires podem ser lançados no mercado. Muitos especialistas acreditam que as duas filhas iriam aumentar a produção dos produtos para, assim, ganhar mais dinheiro.

Obama encontra Zuma

De acordo com a Casa Branca, Obama e sua esposa Michelle não vão visitar Mandela para "respeitar a necessidade de descanso de Mandela e por desejo de sua família". O presidente sul-africano, Jacob Zuma, disse neste sábado que o país continua rezando pela saúde de Mandela, de 94 anos.

Barak Obama besucht Südafrikas Präsident Jacob Zuma

Obama se encontrou neste sábado com o presidente sul-africano, Jacob Zuma

Zuma disse também que "nós esperamos que ele saia do hospital muito em breve". Durante uma entrevista coletiva com o presidente Barack Obama neste sábado, Zuma chamou Mandela de "presidente fundador da nossa democracia, que é amado por nosso povo e pelo mundo".

Pela manhã cerca de mil pessoas realizaram uma manifestação em Pretória. Segurando cartazes e entoando palavras de ordem, os manifestantes protestavam contra a guerra no Afeganistão, a prisão de suspeitos na base militar de Guantánamo e o uso de aviões não tripulados contra supostos terroristas pela Casa Branca.

Obama visita ainda presídio da ilha Robben

Na agenda do dia está ainda marcado um encontro de Obama com jovens na Universidade de Johanesburgo. No domingo o presidente vai viajar para a Cidade do Cabo, onde visitará o antigo presídio da ilha Robben, onde Mandela passou 18 dos seus 27 anos de prisão durante o regime de segregação racial imposto pela minoria branca.

Obama realiza uma viagem de uma semana pelo continente africano. A sua primeira estação foi o Senegal, onde confirmou mais ajuda financeira por meio de iniciativas do governo norte-americano e de empresas privadas para o desenvolvimento da agricultura no país da África Ocidental. Depois da África do Sul, o presidente segue viagem para a Tanzânia.

FC/afp/rtr/ap/epd/dpa

Leia mais