Obama discursará provavelmente ao lado da Coluna da Vitória | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 18.07.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Obama discursará provavelmente ao lado da Coluna da Vitória

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos desisitiu de seu controvertido projeto de discursar em frente ao Portão de Brandemburgo. Imprensa berlinense aponta área da Coluna da Vitória como escolhida.

default

Estátua da deusa da vitória é um dos símbolos de Brlim

Barack Obama pronunciará seu planejado discurso em Berlim, em sua visita à capital alemã na próxima quinta-feira (24/07), muito provavelmente ao lado da Coluna da Vitória (Siegessäule).

Depois que seu projeto de discursar em frente ao Portão de Brandemburgo causou estranheza à chanceler federal Angela Merkel e dividiu opiniões entre representantes do governo alemão, o candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos resolveu contemporizar.

Colaboradores do político norte-americano percorreram Berlim nos útlimos dias em busca de outros locais apropriados para a aparição pública do candidato. A decisão oficial ainda não foi divulgada, mas os jornais berlinenses são unânimes em afirmar que a escolha recaiu sobre o Tiergarten, a maior área verde no centro da capital, com a Coluna da Vitória, um dos símbolos da cidade.

O palco seria construído de forma a deixar ver ao fundo o Portão de Brandemburgo, que fica a pouco mais de um quilômetro de distância. A área em torno da Siegessäule, que lembra as campanhas militares da Prússia no século 19, tem servido de palco para grandes eventos públicos na capital alemã.

Encontro com Merkel

A chefe de governo alemã receberá Barack Obama na Chancelaria Federal e posará com ele para uma foto oficial, anunciou nesta sexta-feira (18/07) o porta-voz de Merkel, Ulrich Wilhelm. Não serão respondidas perguntas da imprensa, acrescentou Wilhelm.

O porta-voz lembrou que também nas visitas de outros candidatos a Berlim – tais como Nicolas Sarkozy e Ségolène Royal, quando concorriam à Presidência da França – só houve divulgação de uma foto conjunta, sem declarações à imprensa.

Leia mais