1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Obama afirma que desigualdade permanece em Nova Orleans

Presidente americano visita cidade no décimo aniversário da passagem do furacão Katrina. Em discurso, Obama elogia moradores e ressalta que ainda há muito a ser feito para acabar com a pobreza na região.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quinta-feira (27/08) que Nova Orleans está "seguindo a diante" uma década depois do furacão Katrina devastar a região, porém, lembrou que, apesar do progresso, mais precisa ser feito para superar a pobreza e a desigualdade.

Em sua nona viagem à cidade, Obama visitou moradores de um bairro reconstruído com casas coloridas, uma escola e um centro comunitário. "Não significa que nosso trabalho já está pronto somente porque as casas são simpáticas", afirmou o presidente, durante a visita no décimo aniversário da tragédia.

No discurso em um centro comunitário da cidade, Obama afirmou que o furacão revelou outra tragédia que se construiu durante décadas. "Nova Orleans foi atormentada, por muito tempo, pela desigualdade estrutural que deixou muitas pessoas, especialmente as pobres de cor, sem trabalho e sem acesso à moradia digna e ao sistema de saúde", ressaltou.

Obama também elogiou os moradores pelo trabalho de reconstrução da região. "Vocês são um exemplo do que é possível, quando, perante uma tragédia e sofrimento, pessoas boas se reúnem para ajudar e para construir um futuro melhor".

Como candidato à Presidência em 2008, Obama criticou a resposta lenta do governo federal, então republicano, no atendimento aos moradores da cidade devastada. Na época da tragédia, em 2005, Obama era senador. Até hoje, Nova Orleans luta para se recuperar da destruição, que matou quase 2 mil pessoas.

CN/rtr/apf/ap

Leia mais