1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

O umbigo do mundo

Crise política e econômica, egocentrismo da sociedade moderna e choque cultural entre Ocidente e mundo islâmico são alguns dos temas encontrados por caricaturistas europeus em sua busca pelo umbigo do mundo.

default

O criador e sua obra: Andreas J. Müller, curador da exposição

No trabalho que criou para a Karicartoon, a Bienal do Desenho Satírico 2003, Andreas J. Müller, curador da exposição, elegeu a Prefeitura de Leipzig — a cidade onde a mostra se realiza — o umbigo do mundo. Sua sátira, repleta de detalhes, tematiza todos os temas que ocupam a opinião pública alemã na atualidade e faz alusões ao passado do país: o chanceler federal, Gerhard Schröder, voando à maneira do Barão de Münchhausen; os urubus do mau agouro num balão, à espreita de um lugar para aterrissar; o prefeito da cidade mostrando os bolsos vazios; e Goethe lendo tranqüilamente sua obra mais recente.

Até 18 de maio, Leipzig é de fato o centro da produção satírica de cartunistas dos países de idioma alemão — Áustria e Suíça, além da Alemanha —, bem como da Suécia, na condição de país convidado desta edição. Mas, em suas investigações sobre o lema da mostra de 2003, os artistas não se restringiram à contemplação dos próprios umbigos.

Não há um tema da atualidade que não seja abordado pelos desenhos: da clonagem de humanos à OTAN; do esoterismo a Mike Tyson; de Reich-Ranicki a Mick Jagger; do "eixo do mal" à xenofobia.

Herança da Alemanha Oriental

Ausstellung: Der Nabel der Welt in Leipzig

Outra obra exposta na Karicartoon

A Bienal da Caricatura remonta a uma mostra realizada em Leipzig pela primeira vez em 1972, portanto, nos tempos da então República Democrática Alemã, e que sobreviveu até 1987, com grande sucesso junto ao público. Ao dar o impulso para o renascimento da idéia, em 1997, Andreas J. Müller criou a bienal com participação de cartunistas dos três países de língua alemã.

Em 2001, a mostra — que está se realizando pela terceira vez no prédio histórico da Prefeitura de Leipzig — passou a incluir trabalhos de artistas de um país europeu convidado. A edição de 2001 atraiu mais de 10 mil visitantes; para esta edição, com 250 trabalhos de 37 artistas, os organizadores sonham em atingir a marca dos 20 mil.

Leia mais

Links externos