1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

O realismo "sujo" de Thomas Ostermeier

default

Thomas Ostermeier

Thomas Ostermeier nasceu a 3 de setembro de 1968, em Soltau. Estudou na Escola de Arte Dramática Ernst Busch, em Berlim, entre 1992 e 1996. Seu trabalho de conclusão de curso, a encenação Recherche Faust/Artaud, chamou a atenção de público e crítica. Em 1996, assumiu a direção artística do espaço alternativo Baracke, uma dependência do Deutsches Theater, na capital alemã. Aí ficou até 1999.

Nesses três anos, foi responsável por refrescar o circuito teatral alemão. Em 2000, assumiu ao lado da coreógrafa Sasha Waltz a direção do lendário Schaubühne, em Berlim. Em novembro de 2002, recebeu o convite para exercer a função de artiste associé, uma espécie de curador associado na versão de 2004 do Festival de Teatro de Avignon, na França. Ostermeier já encenou cerca de 30 peças. Em seus áureos tempos de Baracke, já demonstrava sua preferência por temas "sujos" e pela porção outsider da sociedade contemporânea. Suas encenações tendem quase sempre para "o outro lado", fazendo uso de um realismo quase agressivo. Este pode ser sentido nos signos do consumo que se amontoam no palco de suas encenações, às vezes mosaicos de citações do mundo pop.