1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

O que esperar da visita do papa aos EUA

Pontífice argentino faz primeira canonização em solo americano, discurso no Congresso e defesa de pontos da agenda política de Obama. Mudanças climáticas e reforma da justiça criminal serão principais temas da visita.

Depois de uma visita histórica a Cuba, o papa Francisco faz nesta terça-feira (22/09) sua primeira viagem aos Estados Unidos. O pontífice desembarca em Washington, onde será recebido pelo presidente Barack Obama.

Até domingo, o papa vai passar ainda por Nova York e Filadélfia. Segundo o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, Obama quer discutir ideias em comum com o pontífice, como "justiça social e econômica", mudanças climáticas e a integração de imigrantes.

A expectativa é que o teor dos discursos do pontífice argentino vá ao encontro da agenda política de Obama. O papa, no entanto, deve denunciar os males do capitalismo e da desigualdade social, além de criticar a intervenção militar americana na Síria.

A visita também simboliza uma aproximação do pontífice com católicos americanos que questionam suas posições.

Agentes do FBI e das polícias locais foram treinados durante meses para a visita de Francisco aos EUA. Na quarta-feira, grupos ambientalistas devem fazer um grande protesto no National Mall, durante o discurso do pontífice no Congresso americano.

Francisco será o primeiro papa a discursar a parlamentares americanos, que esperam ouvir seu posicionamento sobre temas como a reforma migratória e o aborto. O principal tema do discurso deve ser a proteção do clima.

Recepção

Entre os 15 mil convidados da cerimônia de boas-vindas a Francisco, no jardim da residência presidencial em Washington, estarão ativistas transsexuais e o primeiro bispo anglicano gay dos EUA, Gene Robinson.

Assistir ao vídeo 01:55

Papa defende abertura religiosa em Cuba

Um dos momentos mais esperados da viagem é a canonização do missionário franciscano espanhol Junípero Serra, fundador das primeiras missões da Califórnia no século 18. Esta será a primeira canonização da história em solo estadunidense.

Na quinta-feira, Francisco segue para Nova York, onde fará um discurso na sede das Nações Unidas. O pontífice também irá visitar o Memorial e Museu Nacional do 11 de Setembro.

A viagem termina no fim de semana com a celebração de uma missa no Encontro Mundial das Famílias, na Filadélfia. É esperado que o papa discurse sobre a justiça criminal americana, na mesma linha defendida por Obama, que deseja promover uma reforma no sistema prisional do país. O pontífice fará uma visita a detentos.

Obama e Francisco se encontraram pela última vez em março de 2014, no Vaticano. O papa teve um papel fundamental para a retomada das relações diplomáticas entre os EUA e Cuba.

KG/efe/rtr

Papa leva mensagem de misericórdia a Cuba

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados