1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

O que a juventude lê

Não faltam revistas para o público jovem no mercado editorial alemão. Apesar da quantidade de publicações, o conteúdo varia pouco de um veículo a outro – todos seguem a fórmula mágica 'celebridades-sexo-entretenimento'.

default

Revistas de público jovem temem perder leitores

Um dos aspectos que mais chamam atenção nas publicações alemãs para jovens é o fato de o apelo visual ser quase tão importante quanto seu conteúdo informativo. O que pode parecer perturbador ao senso estético de um adulto funciona para o adolescente como um atrativo e as revistas abusam deste recurso – não faltam fotos, títulos em caixa alta, desenhos e montagens.

Jugendzeitschrift Yam

Capa da revista 'Yam'

A linguagem, por sua vez, é utilizada numa tentativa clara de conseguir a empatia do leitor por meio de um discurso informal, recheado de gírias e repleto de símbolos do ambiente jovem. A intenção, muito além de informar, é falar diretamente, é quase dialogar com quem lê. "O que você quer saber?, "o que te incomoda?", "o que te agrada?" são perguntas que incentivam o feedback por parte do adolescente.

Dentro de um panorama em que a mídia lança e se alimenta simultaneamente de tendências, é importante que o canal de comunicação entre o veículo e o leitor permaneça aberto para saber onde investir com mais gana e onde se está exagerando.

Quer ser (ou ter) um superstar?

As revistas alemãs para jovens não dispensam o noticiário sobre o mundo das estrelas e trazem sempre as últimas informações sobre as celebridades. E também aqui a fórmula se repete: o backstage do show, o artista contando detalhes de sua vida, tais como "sou uma pessoa normal, também sofro, choro e até vou ao banheiro", a documentação de seu dia-a-dia. A vida do artista é tão ou mais importante que sua própria arte, que fica, invariavelmente, relegada a um segundo plano.

Jugendmagazin BYM

'Bym': para jovens senhoras

Transformar a estrela em uma "pessoa de verdade" faz com que ela se aproxime da realidade de seu fã. Por isso, ao mesmo tempo em que idealizam o mundo das celebridades, as revistam se esforçam em mostrar o que acontece por trás das câmeras. As estrelas sofrem continuamente um processo de construção e de desconstrução.

Mais especificamente, as celebridades também servem de modelo aos adolescentes e as revistas os ensinam como chegar lá: onde comprar a mesma roupa da foto, como cortar o cabelo, que música escutar são informações que os jovens procuram e as publicações legitimam.

O tema é... sexo!

As revistas para jovens abrem espaço para discutir sexualidade e prevenção. Perguntas e respostas vêm acompanhadas de conteúdo informativo repleto de dicas de prevenção e de saúde sexual.

E as publicações não se restringem ao aconselhamento médico. Há artigos inteiros sobre "como agradar seu parceiro", com direito a ilustrações e fotos. Muitos pais dizem lançar mão das revistas para tratar do assunto com seus filhos sem criar a atmosfera de autoridade e para quebrar a inibição no primeiro momento.

Fotonovela não existe só na memória da sua avó

Um dado curioso nas revistas jovens alemãs é a presença de fotonovelas. Como não poderia deixar de ser, elas tratam sempre de relações amorosas, traição, conflitos existenciais. O enredo, entretanto, procura se aproximar da realidade dos adolescentes, com temas que dizem respeito ao seu universo e às suas inquietações.

Bravo: o modelo

A mais importante revista alemã para jovens, a Bravo, completa 50 anos de uma história bem-sucedida em 2006. A comemoração teve direito a exposição em museu – com uma verdadeira viagem no tempo de volta à primeira edição da revista, que estampava Marilyn Monroe na capa.

Jugendmagazin BRAVO

A revista 'Bravo' completa 50 anos em 2006

Desde sua primeira tiragem, em 26 de agosto de 1956, ainda como revista de cinema, a Bravo se posicionou como uma mídia de conteúdo jovem. A partir de então, o periódico traz conteúdo informativo que seja de interesse do público adolescente: a vida das celebridades, aconselhamento sexual, dicas de programas de tv e de cinema.

A revista, que era proibida na Alemanha Oriental, passou por diversas transformações em seus 50 anos de história, a fim de se manter em sintonia com as novas gerações e os novos gostos que surgiram no decorrer deste tempo.

A Bravo traz em seu conteúdo um pouco sobre todos os assuntos que dizem respeito aos adolescentes. Atualmente, a publicação se segmentou para agradar diversos nichos de interesse. Há a Bravo Girl para as meninas, a Bravo Screenful sobre jogos de computador, a Bravo Sport sobre o noticiário esportivo, a Bravo TV sobre a programação televisiva e a Bravo Hits, que dá conta do cenário musical.

Apesar das mudanças, algumas colunas da revista resistiram à passagem do tempo. O espaço reservado para o esclarecimento sexual não é mais feito pelo lendário conselheiro "Dr. Sommer", embora ainda preserve o nome. Hoje, há uma equipe de redatores responsável por tratar do tema, juntamente com profissionais da área de saúde. Milhares de cartas chegam à redação todos os meses e alimentam a coluna.

Mas nem tudo são flores

Uma análise de mídia que estudou o desempenho comercial de 170 revistas, divulgada em Frankfurt em janeiro deste ano, mostra que as revistas alemãs de público jovem precisam temer por seus leitores. A líder do mercado, Bravo, perdeu, somente no último ano, 220 mil leitores e não foi a única – o setor de publicação para adolescentes é o que apresenta os piores resultados, juntamente com publicações sobre carros e motos.

Leia mais

Links externos