1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

O poder manda pensar

Berlim está vivendo um boom de novas empresas de consultoria e assessoria política, desde cursos de retórica até os que ajudam a melhorar a imagem e a apresentação de parlamentares.

default

Uma votação no Parlamento exige muito trabalho das assessorias nos bastidores

Qual a implicação das diretrizes da UE no Direito alemão? Quais as novidades na Lei de Imigração? Para que os políticos saibam do que estão falando, precisam de assessores qualificados.

É impossível saber detalhes de todos os assuntos ao mesmo tempo. Antes da aprovação de qualquer nova lei no Parlamento Alemão (Bundestag), os deputados necessitam de bons assessores parlamentares e consultores políticos que os mantenham informados.

A tarefa dos assessores é trabalhar nos bastidores da política, preparando os representantes do povo para a tomada de decisões. Enquanto os políticos dispõem desta assessoria, quem ajuda os assessores?

Na realidade, não existe a possibilidade de "estágio" para esta formação especial. Além disso, do ponto de vista prático, as assessorias geralmente são vistas como cargos de confiança e escolhidos pelos parlamentares ou políticos, condicionando a prestação do serviço à duração do seu mandato.

Um grave problema, na opinião de Herbert Hönigsberger e Jürgen Treulieb. Há dois anos, eles oferecem, em quatro universidades alemãs, o seminário intitulado "Assessoria Política como Profissão". Já no primeiro dia do seminário, os participantes aprendem que "pesquisar, negociar e motivar" são os pré-requisitos para quem quer assumir este trabalho.

Profissão para multitalentos

Hönigsberger é de opinião que a carreira como assessor político exige talentos em várias áreas. Imprescindíveis são conhecimentos profundos não só do sistema, mas também de como se dá o processo político. Além disso, candidatos à profissão devem trazer um grande potencial de comunicabilidade, habilidades táticas e talento analítico e estratégico. "Talvez ainda um pouco de humor, ironia e cinismo", complementa o professor.

Assessor de políticos há mais de 20 anos, Hönigsberger escolheu a profissão mais por coincidência do que por decisão consciente. Formado em Ciências Políticas, iniciou a carreira na década de 80 na bancada do Partido Verde no Bundestag, sem dispor de nenhuma formação especial.

Os seminários oferecidos nas universidades alemãs são complementados com um estágio de algumas semanas em Berlim. Atualmente, 130 universitários têm oportunidade de acompanhar de perto as atividades dos parlamentares.

Aliás, a capital alemã está vivendo um verdadeiro boom de novas empresas nas áreas de consultoria e assessoria de políticos, desde cursos de retórica até os que ajudam a melhorar não só a imagem, como também a apresentação dos parlamentares. A moda contagiou os participantes do seminário: 40 universitários fundaram uma empresa própria de assessoria política.