1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

O HÁBITO DA LEITURA

Nesta semana, nossos usuários opinaram sobre: o hábito da leitura, Bayreuth, Sudão, Habermas, Eckhart Tolle, União Européia, Otan e identificação pela íris.

default

Realmente, hoje o hábito de ler entre os jovens está cada vez mais sendo substituído pela internet. Acho que o gosto pela leitura deve ser adquirido desde cedo, como andar de bicicleta ou brincar. As crianças deveriam ser educadas no sentido de entender a leitura como sendo algo muito divertido, pois na verdade o é. Como o prazer de ler um James Clavell e mergulhar no excitante mundo do Oriente...
Felizmente sempre tive o hábito de ler, desde muito cedo, sejam matérias acadêmicas como ciências ou história, até romances com tramas mais complexos.
Experimentei comprar o serviço de e-books por algum tempo, para experimentar. Mas esbarrei na falta de títulos em português, e o pior: eu descobri que ficar horas na frente do monitor é muito mais cansativo do que ler um bom livro no parque, à sombra de uma árvore, ouvindo o canto dos pássaros... isso a internet nunca vai conseguir proporcionar!
Kleber Oliveira

Adoro ler um bom livro, até esqueço de meus problemas quando estou lendo, e às vezes até mesmo de meus afazeres. Preciso me segurar para deixar a leitura e cuidar da casa, tenho mais de 200 livros e já li e reli todos, aqui em casa meus filhos e meu marido também gostam da leitura e por isso acredito que é preciso que os pais tomem a iniciativa de presentear seus filhos desde a mais tenra idade com livros, mesmo que estes livros tenham mais ilustrações que palavras.
Maria Aparecida N. Luiz

Ler e ler... muito. Esta é a questão. Sem leitura não há inteligência, não há o objeto inteligível. A Razão escrita. "PRIMEIRO FEZ-SE O VERBO". A língua, a codificação mediante será possível transmisssão cultural no tempo/espaço. Pode até o livro acabar(?) mas haverá a internet, as revistas, etc. A palavra sempre existirá via boca/ouvido, a escrita sempre existirá via mãos/olhos.
Volnylson A. Castro

FESTIVAL DE BAYREUTH
Em resposta à pergunta "O que você acha da magia que ainda envolve o compositor Richard Wagner e o Festival de Bayreuth?":
Vendo as coisas daqui do Terceiro Mundo, o Festival de Bayreuth parece ser uma colossal celebração de uma tradição antiquíssima. Ainda que pareça ter-se distanciado da sua origem, tornando-se um desfile de celebridades.
A última ópera de Wagner que assisti foi "Tannhäuser", dirigida por Werner Herzog no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, numa montagem que a imprensa saudou como "minimalista". Saí bastante satisfeito.
Eu noto que, com toda essa obsessão pelo "Senhor dos Anéis", a garotada é muito mais wagneriana do que ousa supor. É por isso que eu já disse e continuo dizendo que Wagner tem muito a dizer à contemporaneidade.
Lyndon C. Storch Jr. TROPAS PARA O SUDÃO
Sim, sou a favor do envio de tropas para proteger a população sudanesa dos ataques pára-militares. Porém acredito que uma força conjunta de vários países poderia se engajar nessa campanha, liderada pela Alemanha. Esse é um sinal que demonstra a preocupação da Alemanha com as populações menos favorecidas.
Kleber Oiveira Junior

A minha opinião acredito seja como a de todos que amam a justiça acima de tudo. Nestes últimos dias tenho acompanhado as notícias sobre o conflito étnico no Sudão e que trazia como conseqüência um sangrento massacre. Espero que o governo sudanês acate a decisão dos srs ministros e tudo se resolva em PAZ.
Maria Aparecida Neubaner Luiz

A OBRA DE HABERMAS
Fiz minha dissertação de mestrado (USP) sobre a hermenêutica em Habermas. Acho sua obra interessante, porém equivocada na conclusão de que só o dogmatismo jurídico pode salvar a democracia. É uma visão meramente legalista da democracia (o que, aliás, repete o positivismo lógico – Kelsen, por exemplo) e, assim, tende a ficar ultrapassada.
João Bosco da Encarnação

ECKHART TOLLE
Muito bem usado o oportunismo de Tolle em externar seu conhecimento interior e traduzir religiosidade espiritual milenar à moda ocidental. Creio que trará muita ajuda às pessoas que sofrem e que muitas vezes nem sabem do seu propósito.
Roberto Galleano Bier

HORAS DE TRABALHO NA UE
Gostaria de opinar não apenas sobre a polêmica da jornada de trabalho na Alemanha, mas da PARCIALIDADE como a notícia foi apresentada pelo DW.
"Na Grécia e no Chipre trabalha-se 40 horas por semana e economiza-se o tempo de discussões inúteis sobre a jornada."
Como é possível afirmar que a discussão é inútel? Inútel para quem? Talvez seja inútel para o empregador que contrata jornadas acima de 40h e talvez também para empregados que trabalham menos de 35h. De qualquer forma, deve-se tomar cuidado ao adotar a opinião do jornal ou do articulista como fato.
Álvaro Coppieters

A Alemanha e os países europeus mais desenvolvidos são áreas de poucos recursos naturais, comparados ao Brasil e outros países de grande área territorial. Devido a isso, sua maior riqueza é o talento e o trabalho de sua população. E, na conjuntura atual, depois que os americanos ensinaram aos asiáticos os segredos da produção em massa, estes estão superando os europeus na velocidade em colocar em prática as novas tecnologias, por isso acho que infelizmente não há outra alternativa a não ser trabalhar mais e pesquisar mais . Por outro lado, se os países que possuem estes recursos naturais um dia ficarem equivalentes à Europa, o que eles irão querer comprar da Europa ?
Julio Breitkreitz

EXPANSÃO DA OTAN
Considero a idéia da expansão da Otan um equívoco quando direcionada a países que estão ligados direta ou indiretamente à Rússia, pois a relação custo/benefício torna-se negativa na medida que ela tende a despertar um sentimento de insegurança e impotência em Moscou, criando assim um terreno fértil para políticos da extrema direita defenderem suas teses absurdas.
Lincoln L. Batista

IDENTIFICAÇÃO PELA ÍRIS
Impressões digitais para fins criminalísticos são um meio pratico, porém, o abuso de tal identificação para fazer coro à paranóia de ataques terroristas seria como fichar todo cidadão comum como terrorista potencial e ainda dar vazão à possibilidade do seu rastreamento. Nesse caso, a identificação da íris se mostra muito melhor, já que o objetivo é apenas a simples identificação do cidadão e não o seu rastreamento.
Mirtes Silva