1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

O acrobata dos números

O alemão Rüdiger Gamm é considerado um prodígio de memória. Em questão de segundos, consegue resolver operações aritméticas ultracomplexas. De quebra, oferece "treinamento mental" para os que querem imitá-lo.

default

Gamm: peripécias matemáticas em segundos

O diário alemão Stuttgarter Zeitung brinca em sua manchete: "O Senhor Gamm não tem problemas de potência". Longe de qualquer publicidade para Viagra ou similares, o que o jornal estampa é que Rüdiger Gamm consegue, sem problemas, responder em questão de segundos problemas matemáticos, como 99 elevado à vigésima potência. Isso sem caneta, calculadora ou computador. E 31 dividido por 61? No lugar de uma vaga e inexata resposta como "algo em torno de 0,5", Gamm dispara com exatidão até 60 dígitos depois da vírgula.

Os números resultantes de suas mirabolantes operações, Gamm sabe proferir em 11 línguas, entre elas até mesmo persa e japonês. Capaz de contorcer sua memória, o alemão nascido na pequena Alfdorf, no sul do país, vai além: consegue responder em poucos segundos quantas quartas-feiras 13 teve o ano de 1286. "Foram três: em fevereiro, março e novembro", rebate prontamente.

Body building para corpo e mente

A "descoberta" pública do gênio dos cálculos foi feita há sete anos, durante um popular programa da televisão alemã. Desde então, Gamm passou a viver – e provavelmente bem – de suas peripécias matemáticas.

Em seu site na internet, anuncia palestras para iniciantes e seminários avançados em "treinamento cerebral e de memória", propagando que só consegue dar conta de suas acrobacias mentais à custa de muito esforço, o que inclui cerca de quatro horas de treino por dia. Aliadas, diga-se de passagem, a altíssimas doses de exercício físico.

Adepto de body building e fã de Arnold Schwarzenegger, o musculoso Gamm acredita que o treinamento corporal esteja intimamente ligado ao mental. As duas atividades "têm muito a ver com concentração mental, quando praticadas de forma correta", conclui.

Memória de longo prazo

Em função de suas habilidades incomuns, Gamm já foi examinado por várias equipes de especialistas, altamente interessados em seu cérebro. "A maioria das pessoas faz operações matemáticas utilizando a memória de curto prazo. No meu caso, a memória de longo prazo trabalha junto", esclarece o prodígio da aritmética.

Ao contrário dos comuns mortais, Gamm faz suas operações utilizando também regiões no hemisfério direito do cérebro e centros nervosos que geralmente ficam inativos. Acredita-se que Gamm faça uso de regiões cerebrais reservadas às lembranças pessoais. Ali, ele deposita os resultados parciais de suas complexas operações. No cidadão comum, isso serve no máximo para guardar o número de um telefone ou para não perder o fio da meada em uma conversa.

Cientistas do Instituto de Neurociência Cognitiva de Londres observam que casos semelhantes ocorrem com músicos, capazes de reproduzir com exatidão uma melodia após ouvi-la uma única vez. "Eles usam o espaço de armazenamento ilimitado da memória de longo prazo para esses fins", apontam os especialistas.

Pesquisadores japoneses detectaram que o cérebro de Gamm não é oval, como o da maioria da população, mas completamente redondo. "Como o de Albert Einstein", compara o acrobata dos números sem um mínimo de modéstia.

Leia mais