1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Novos materiais tornam a construção mais atraente

A crise na indústria de construção civil e o drástico aumento no preço dos combustíveis fósseis provocam a criatividade de industriais, arquitetos e engenheiros em busca de uma maior competitividade.

default

O concreto que permite a passagem de luz da firma LiTraCon

Após o boom dos anos 90, o número de empregos na construção civil alemã caiu para quase a metade nos últimos dez anos e, apesar dos bons ventos que sopram desde maio último, espera-se para 2006 a perda de outros 20 mil postos de trabalho.

É o que afirmou Michael Knipper, o chefe da IG BAU, a entidade patronal do setor, na abertura da Bautec 2006, a Feira Internacional de Tecnologia para Construção e Arquitetura, na última terça-feira (21/02) em Berlim. Paralelamente à Bautec, foram inauguradas também a Build IT, Feira de Tecnologia de Informação para a Construção Civil, e a Feira de Energia Solar.

O trio de feiras mostra que a crise energética e no mercado de construção pode ter um lado positivo: a criatividade no desenvolvimento de novos materiais e novas soluções tecnológicas que tornam a construção mais atraente e aumentam a competitividade no setor.

O bom e velho forno a lenha

Holzpellets auf dem Vormarsch

Tarugos de madeira: a nova solução para o aquecimento

Em 2006, a Bautec está sob o signo da nostalgia. As novidades se concentram em torno de soluções para reaproveitamento de construções existentes, principalmente com a introdução, ainda neste ano, do "passaporte energético", ou seja, reformas e novas construções têm que provar a sua viabilidade energética antes de receber o "habite-se" das prefeituras alemãs.

Com o aumento drástico do preço do gás natural, a grande estrela, porém, é a volta da madeira como combustível para o aquecimento, desta vez em forma de pequenos cilindros de 3 centímetros de comprimento, fabricados sob alta pressão com o reaproveitamento de farelo e restos de madeira.

Além de ser 30 a 40% mais barato do que óleo ou gás, esse tipo de combustível é renovável e livre de gás carbônico. O equipamento que permite o uso dos tarugos de madeira para o aquecimento central custa cerca de 15 mil euros, sendo 20% mais caro que o convencional, uma diferença que é amortizada em oito anos, afirma Volkmar Küchental, especialista em aquecimento da feira.

Build IT também traz novidades

Build IT Berlin Logo

Build IT: novidades da tecnologia de informação

A Build IT oferece um visão geral bastante representativa das novidades na tecnologia de comunicação e informação para a indústria da construção. A oferta varia de sistemas de software tridimensional para projetos e planejamento até software para estudo de custos e diversas prestações de serviços.

Uma das novidades deste ano é o levantamento de medidas através da fotografia digital. O software desenvolvimento pela firma Sander & Doll, de Remscheid, permite o levantamento das medidas de uma fachada, por exemplo, em poucos minutos, tendo como base uma foto.

A operação é muito fácil: o usuário faz uma foto da fachada com uma câmera digital e a transfere para um computador. Ele abre então o programa que tranforma a foto em desenho de levantamento, no qual o usuário corrige com poucos cliques as distorções da perspectiva e da curvatura.

Inovações não param por aí

Lampe aus Transparentem Beton

Luminária em LiTraCon

As novidades são tantas que até mesmo escritórios especializados em novos materiais já foram instalados para prestar assistência a arquitetos, engenheiros e à clientela em geral.

O concreto translúcido é sem dúvida uma solução que tem tudo para emplacar, principalmente em países de clima quente, onde não há necessidade de isolamento térmico. O húngaro Aron Losonczi patenteou, juntamente com um sócio alemão, o light transmitting concrete (LiTraCon – concreto transmissor de luz), fundando uma firma com o mesmo nome.

O LiTraCon é um pré-fabricado de concreto e fibra ótica, na proporção de 95% de concreto para 5% de fibra ótica. Ele permite até 70% de transparência e possui as mesmas qualidades de resistência de um bloco de concreto. A espessura pode variar de 2 a 50 centímetros. O preço gira em torno de mil euros por metro quadrado, afirmou Andreas Bittis, representante da LiTraCon na Alemanha.

Madeira líquida

Arboform ou "madeira líquida" é a nova substância desenvolvida pelos pesquisadores do Instituto Fraunhofer em Pfinztal. A mistura de farelo de madeira com uma massa de lignino e outras substâncias orgânicas conhecidas como "bioplásticos" permite maleabilidade à madeira quando esta é aquecida.

Tanto na indústria automobilística e da construção civil como na fabricação de móveis, o emprego da "madeira líquida" é ilimitado. Além de não ser combustível, é renovável e praticamente impermeável.

Ernte nachwachsende Rohstoffe

Farelo é matéria-prima da 'madeira líquida'

Regiões ricas em madeira, como a região de Siegen-Wittgenstein na Renânia do Norte-Vestfália, já apostam no novo material como investimento econômico. Entretanto, conforme a região do globo, bambu, soja ou cana-de-açúcar também podem ser utilizados como matéria-prima da "madeira líquida".

Leia mais