NOVOS DOCUMENTOS CONFIRMAM QUE EUA PROTEGERAM CRIMINOSOS NAZISTAS | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 18.12.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

NOVOS DOCUMENTOS CONFIRMAM QUE EUA PROTEGERAM CRIMINOSOS NAZISTAS

O tema mais comentado por nossos leitores esta semana foi o relatório com documentos confirmando que EUA protegeram criminosos nazistas. Vale a pena ler!

default

Quanto ao fato, não me causa nenhuma surpresa, porque os interesses estão acima até da justiça. Quando se trata de governo, eles alegam segurança nacional para praticar qualquer tipo de barbaridade, como esta que aconteceu. Com o tempo, esse fato deixa de ser classificado como social e passa a ser histórico.
Walter Antunes

Isso já se tornou algo comum atualmente. Diz-se que até a justiça comum adotou esse procedimento chamando-o de "delação premiada". De uma maneira em geral todos os países já praticaram algo parecido. Ninguém está aí com a moral impecável para jogar pedras nos EUA, caso tenham mesmo usado desses procedimentos no pós-guerra.
Teixeira

Não me surpreendi. O governo norte-americano já deixou claro, ao longo da história daquele país, que não costuma perguntar quem são as pessoas que atendem a seus interesses, logo, se os nazistas se adequavam, foram aproveitados. Além disso, é bom não esquecer que os mesmos também serviram à Alemanha, incluindo boa parte da elite cultural. Para determinadas culturas, o significado de conceitos como crime, justiça, piedade e solidariedade dependem das condições de temperatura e pressão.
Ronaldo Costa

Não é surpresa a notícia. Basta lembrar o caso de Von Braun, e também de Manstein – que teria se tornado consultor militar. Trata-se de uma postura típica do pragmatismo americano, que visa somente aos seus interesses, chegando mesmo a deturpar a história em seu favor.
Rodrigo De Filippo

A notícia só faz provar mais uma vez que o objetivo das guerras é apenas econômico e que a ideologia é apenas a máscara para embair a burguesia. Se for útil, pode ser criminoso à vontade. Os imbecis são os que batem no peito em louvor aos fantoches que os governam.
Sergio Arruda

Mera confirmação do que já se sabia há muito tempo. A ética humana e a ética das relações internacionais nunca serão iguais.
Carlos Mauricio Mariani

Maquiavélico! Esse é o caminho da diplomacia norte-americana. Defendeu aqueles que mais atacaram. Os comunistas eram piores do que os nazistas? Estou começando a acreditar que os americanos são piores do que todos eles.
João Bruning

É interessante observar como a verdade vem à tona mesmo muito tempo depois, pois sabemos que a única justiça que não falha é a divina... Estranho seria se os americanos os punissem depois deles mesmos terem cometidos as mesmas atrocidades com os indígenas...
Fábio Toledo

E isso foi segredo em algum momento, todos já se esqueceram de Von Braun (o homem que inventou o foguete). Se não fosse por ele, nem Rússia nem EUA teriam disputado a hegemonia espacial! Ambos os lados protegeram nazistas, desde que os mesmos fossem úteis contra o novo inimigo!
Henrique Vachelli

Toda guerra, afinal, fica comprovada que é absurda. O que precisamos é saber tirar todas as informações necessárias para que as mesmas não voltem a ocorrer. Talvez este uso dos nazistas tenha contribuído para que a Guerra Fria não virasse uma Terceira Guerra Mundial. De qualquer modo, o objetivo final não justifica os meios e os americanos erraram.
Luciano von Bloedau

DESAPEGO A MODELO ECONÔMICO CONTINUARÁ COM DILMA, DIZ DEUTSCHE BANK

O que acho da análise do Deutsche Bank? Sob ponto de vista analisado pelo Deutsche Bank, ela está correta. De fato, as multinacionais estrangeiras estabelecidas no país vão muito bem. Estão em franco desenvolvimento. Por outro lado, Lula, nos seus oito anos de governo, conseguiu um resultado histórico. A moeda nacional não trocou de nome e a inflação foi baixa. O trabalhador brasileiro com isto obteve resultados incontestáveis em sua economia. Eu, em particular, amarguei ter vivido numa época de inflação aviltante e de troca de pelo menos cinco vezes da moeda.
No meu modo de entender, o Deutsche Bank não apontou algumas dificuldades, possivelmente não caberia a ele. Cito algumas, a invasão de mercadorias chinesas, causando grande desemprego e fechamento de indústrias brasileiras. O real esteve sempre valorizado, e o dólar baixo dificultando a exportação de alguns setores tradicionais: calçados, couros, carne, soja etc. Estes setores com lucratividade baixa fecharam até algumas indústrias, como o setor de calçados. O benefício concedido à aposentadoria não acompanhou a inflação e o fator previdenciário fez com que o idoso perdesse até 50% do que recebia. A análise não citou os escândalos financeiros que envolveram setores e ministérios de seu governo em que desapareceram milhões de reais. Fala-se muito de contenção de despesas, mas não aconteceu um incentivo às cadernetas de poupança, o ganho foi decepcionante, abaixo da inflação. Não se explica a elevação do salário de alguns setores públicos, como agora, deputados, senadores e até o presidente que passam a receber 26,7 mil, havendo um reajuste de 62% a 142%. Enfim, perguntamos quem pagará isto!
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais