1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Novo recorde na Oktoberfest de Munique

A tradicional Oktoberfest, considerada a maior festa popular do mundo, bateu um novo recorde de consumo de cerveja nesta temporada.

default

Garçonetes festejam o final de mais uma Oktoberfest. Animação, música e muita, muita cerveja

Mesmo que neste ano a festa tenha atraído cerca de 6,2 milhões de pessoas, quase 300 mil menos do que no ano passado, jamais se bebeu tanto em uma Oktoberfest como nesta edição, que encerrou-se no dia 7 de outubro. Durante os 16 dias de festa foram vendidos 6,7 milhões de canecos de cerveja, que em Munique são de um litro e custam 7,90 euros.

Somente no ano passado foi superado o volume total de consumo, com 6,9 milhões de litros vendidos, "mas não se pode comparar, pois a última festa durou dois dias a mais do que o normal", disse Gabriele Weishaeupl, presidente do comitê organizador.

Foram saboreados 104 bois, dois mais do que no ano passado. No total, a venda de comida aumentou 10%, afirmam os organizadores. Eles também destacam que nenhum problema maior foi registrado, salvo algumas brigas por efeito do álcool.

A polícia disse ter atendido mais chamadas nesta Oktoberfest do que em outros anos, mas – segundo dados policiais – a violência diminuiu. Peter Lang, responsável pela Cruz Vermelha bávara, comunicou que 565 pessoas precisaram de assistência médica durante a festa por terem exagerado na bebida.

"Papai Noel" beberrão

Entre tantas histórias ocasionadas pelos efeitos alcoólicos da Oktoberfest uma chamou atenção: um homem ficou entalado em uma chaminé por 12 horas.

Depois de tomar umas cervejas a mais, o alemão de 27 anos conseguiu chegar ao apartamento de seu amigo, onde estava hospedado. Quando se deu conta de que não havia ninguém em casa, ele decidiu subir no telhado de um prédio vizinho e, por volta de 2h da madrugada, acabou entrando no que achava ser uma brecha entre as duas construções.

O homem escorregou quase 30 metros por uma chaminé e ficou entalado, sendo resgatado somente às 14h, quando um zelador de 82 anos do hotel que fica ao lado do prédio escutou os gritos de socorro e chamou os bombeiros. Foi necessário fazer um buraco na lateral da chaminé para resgatá-lo.

Apesar da terrível ressaca, o jovem teve sorte e saiu da chaminé apenas com arranhões, escoriações e ferimentos leves.

Leia mais