Novo Palácio de Berlim abrigará fórum internacional de cultura | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.11.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Novo Palácio de Berlim abrigará fórum internacional de cultura

Na área onde se localizava o Palácio da República, menina dos olhos da antiga Alemanha Oriental, será reconstruído o Palácio de Berlim, construção que abrigará o Fórum Humboldt, novo centro internacional de cultura.

default

Cúpula do Palácio de Berlim também será reconstruída para abrigar Fórum Humboldt

Em frente à Ilha dos Museus, no centro de Berlim, será construído o Fórum Humboldt (Humboldt Forum) – novo centro internacional de arte, cultura e ciência para o diálogo entre as culturas. Para tal, será reconstruído o Palácio de Berlim (Berliner Schloss dos Hohenzollern), construção barroca que abrigava a residência dos reis da Prússia em Berlim.

Sob protestos, em 1950, o que restara do antigo símbolo absolutista prussiano após os bombardeios da Segunda Guerra foi destruído pelos comunistas. Em seu lugar, foi construído, entre 1973 e 1977, o Palácio da República, construção modernista que funcionava como um "edifício central" da antiga Alemanha Oriental. Após a reunificação, em 1990, a "reconstrução crítica" do centro de Berlim tornou-se uma das premissas urbanísticas da Alemanha reunificada.

Nesta sexta-feira (28/11), foi anunciada a escolha do projeto do arquiteto italiano Francesco (Franco) Stella para a (re)construção do Palácio de Berlim – Fórum Humboldt. Segundo os jurados, o projeto foi escolhido por ajustar-se às determinações do Bundestag, de manter fachadas históricas do Palácio de Berlim e ao mesmo tempo resolver de forma moderna a necessidade espacial do Fórum Humboldt.

Discussões acirradas

Palast der Republik - Berliner Schloß

Palácio da República foi símbolo da Alemanha Oriental

Para a construção do antigo novo Palácio de Berlim, um outro palácio, no entanto, teve de ser demolido. Com sua fachada de vidro espelhado, o Palácio da República, antiga "casa do povo" da Alemanha Oriental, abrigava restaurantes e um auditório para 5 mil espectadores. No início do próximo ano, será finalizada a demolição, que é motivo de controvérsia há mais de uma década. Assim como a praça Alexanderplatz, o Palácio da República tornou-se não somente símbolo arquitetônico, mas também político.

Um grêmio de especialistas foi instalado pelo governo de Berlim e pelo governo federal alemão em 2000, com o objetivo de fazer sugestões para o desenvolvimento urbanístico da região do antigo Palácio de Berlim, no centro da capital alemã.

Em abril de 2002, a comissão apresentou seu relatório final de sugestões que selou o destino da antiga "casa do povo" da Alemanha Oriental. Um dos pontos centrais das sugestões do grêmio era a reconstrução volumétrica do Palácio de Berlim, como também de suas principais fachadas.

Fórum Humboldt

Deutschland Temporäre Kunsthalle in Berlin Regenschirm

Espaço de exposições temporárias se dedica a artistas internacionais

Outro ponto importante das propostas do grupo de 17 especialistas e seis representantes da política e da administração era a construção de um edifício destinado à cultura e à ciência que deveria ser chamado de Fórum Humboldt, em homenagem aos irmãos Alexander (1769-1859) e Wilhelm von Humboldt (1767-1835), o primeiro um naturalista, considerado como o "segundo descobridor da América", e o segundo um intelectual e político, cujas idéias marcaram a época em que viveu.

No espaço reconstruído do Palácio de Berlim, o grêmio de especialistas propôs a localização do novo fórum, cuja idéia central é a troca equitativa entre as culturas. Ele deverá unir a idéia de formação humanística de Wilhelm von Humboldt e o desejo de saber científico de Alexander von Humboldt.

Em contraponto à coleção de arte européia da Ilha dos Museus, o novo prédio abrigará as coleções de arte e cultura não européias dos museus berlinenses, a coleção histórico-científica da Universidade Humboldt e as bibliotecas central e estadual de Berlim.

Nos moldes do antigo Palácio da República

O novo prédio também abrigará um espaço de encontros e exposições com teatro, lojas, cafés e restaurantes, nos moldes do antigo Palácio da República, e deverá funcionar como uma ágora no centro da capital alemã.

Para a construção do Fórum Humboldt, que deverá ser iniciada em 2010, o Parlamento alemão aprovou um orçamento de 552 milhões de euros. Sua inauguração está prevista para, no máximo, 2015.

Para o período até o início da construção, um espaço de exposições temporárias foi erguido no local. O novo pavilhão, um cubo branco com estrutura de madeira, se concentra em exposições de artistas internacionais que vivem em Berlim ou que fazem uma relação da cidade com seu trabalho.

Leia mais