1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Novo ataque a aeroporto no Paquistão

Atiradores disparam contra unidade das forças de segurança do aeroporto de Karachi, menos de 48 horas depois do primeiro ataque, que deixou quase 40 mortos. Talibã assume autoria.

Um grupo de atiradores atacou nesta terça-feira (10/06) uma unidade de treinamento das forças de segurança do aeroporto de Karachi, no Paquistão, menos de 48 horas depois de um ataque do Talibã ao mesmo aeroporto, o mais movimentado do país. O Talibã paquistanês também assumiu a autoria deste segundo ataque.

Segundo um porta-voz das forças de segurança do aeroporto, dois homens numa moto abriram fogo contra o posto de controle na entrada da unidade de treinamento, que fica a cerca de um quilômetro da entrada principal do aeroporto. Eles fugiram em seguida. As Forças Armadas falam em três ou até quatro atiradores.

O local foi cercado por forças de segurança. A televisão mostrou veículos de forças paramilitares e ambulâncias chegando ao aeroporto. Todos os voos foram suspensos, mas logo voltaram a operar normalmente.

Na noite de domingo para segunda-feira, o aeroporto havia sido alvo de um ataque, organizado por um comando talibã fortemente armado, uma operação que durou mais de 12 horas e fez quase 40 mortos, entre os quais os dez assaltantes.

O ataque foi reivindicado pelo Tehreek-i-Taliban Pakistan (TTP), movimento dos talibãs paquistaneses que lidera, desde 2007, uma sangrenta guerra contra o governo de Islamabad. Segundo o porta-voz do grupo, o ataque tinha por objetivo vingar a morte do líder talibã Hakimullah Mehsud. Ele foi morto em novembro, durante um ataque de um drone (avião não tripulado) dos EUA numa zona tribal no noroeste do país, reduto do TTP.

AS/afp/rtr/lusa

Leia mais