1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Novidades brasileiras na Bundesliga

O pentacampeão Roque Júnior, o meia Gilberto (ex-São Caetano) e o lateral Gustavo Nery (ex-São Paulo) são as três principais contratações da Bundesliga para a temporada 2004/2005.

default

Roque Júnior, na final da Copa de 2002 contra a Alemanha, agora jogador do Bayer Leverkusen

Depois de perder o zagueiro Lúcio para o Bayern de Munique, o Bayer Leverkusen recompôs a sua zaga com um outro pentacampeão: Roque Júnior, 27 anos, que pertencia ao Milan e estava emprestado ao Siena, assinou um contrato de três anos com o Leverkusen. O brasileiro, que não custou um tostão, pois tinha passe livre, jogará ao lado do zagueiro brasileiro Juan, um dos grandes destaques da Seleção Brasileira na Copa América.

Lúcio foi comprado pelo Bayern de Munique por 12 milhões de euros, seguindo o mesmo caminho do meia Zé Roberto, que também transferiu-se do Bayer para o Bayern, em 2002.

O Hertha Berlim comprou o meia Gilberto do São Caetano por 2 milhões de euros. Gilberto, 27 anos, já foi convocado duas vezes para a Seleção Brasileira e foi cortado do grupo que participou da Copa América 2004 por causa de uma contusão. Ele deverá reforçar o meio-campo do Hertha ao lado de Marcelinho Paraíba, um dos jogadores chaves da equipe de Berlim.

Gustavo Nery, lateral esquerdo titular da Seleção Brasileira na Copa América, reforçará a equipe do Werder Bremen, campeão da última temporada. O jogador foi comprado do São Paulo, por "apenas" 600 mil euros.

Aílton: artilheiro troca o Werder Bremen pelo Schalke

Ailton

Aílton, o artilheiro da Bundesliga, agora no Schalke

O atacante Aílton, artilheiro do Campeonato Alemão e ídolo da torcida do Werder Bremen, transferiu-se para o Schalke. Além de Aílton, a equipe de Gelsenkirchen terá mais dois brasileiros que já jogavam na Bundesliga: o zagueiro Bordon, do Stuttgart, convocado para a seleção que disputou a Copa América e o meio-campista Lincoln, do Kaiserslautern.

De uma maneira geral, os jogadores brasileiros gozam de alto prestígio no futebol alemão e continuam sendo cobiçados pelas equipes alemãs, tanto os grandes clubes quanto os times pequenos.

Os que atuam no Brasil custam uma pechincha, se comparados aos jogadores europeus, e vários jogadores brasileiros que vêm para a Alemanha já estão atuando na Europa há algum tempo, em clubes de países com menos tradição futebolística.

Leia mais