1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Novas táticas para derrotar o Brasil

O técnico da seleção alemã de futebol, Jürgen Klismann, quer a todo custo garantir a vitória no amistoso contra o Brasil, que será realizado dia 8 de setembro no estádio de Berlim.

default

Klinsmann quer vencer o amistoso

O amistoso entre a seleção do Brasil e da Alemanha, marcada para o dia 8 de setembro no mega estádio de Berlim, será mais do que uma mera partida de futebol entre os times campeão e o vice-campeão da Copa de 2002. Para os alemães, é a oportunidade ideal de revanche depois da derrota na final do Mundial.

Ver a equipe nacional ganhar em casa, jogando no estádio que será palco da próxima Copa de futebol, com um técnico novo, este sim é o sonho da torcida alemã. Já o treinador Jürgen Klinsmann não pretende de forma alguma decepcionar os fãs. Depois da partida de estréia no cargo, quando a seleção ganhou de 3 a 1 contra a Áustria, Klinsmann conheceu o gosto da vitória no comando de uma equipe. E, é claro, gostou.

Sua meta é colecionar muitas e muitas vitórias, incluindo a conquista da Copa de 2006. O amistoso da próxima quarta-feira servirá de treino para avaliar as condições do time em campo. Isto, entretanto, não significa que o jogo não será levado a sério. "Na partida contra o Brasil queremos mostrar que estamos no bom caminho", revelou o capitão da seleção alemã, Michael Ballack, antevendo uma vitória.

Kevin Kuranyi - Fussball EM 2004

Kevin Kuranyi

Desde sábado (04/09), Klinsmann está realizando uma série de treinos com seus jogadores em Berlim. Um dos convocados é o teuto-brasileiro Kevin Kuranyi, que promete ser uma das sensações da partida.

Um trio da pesada

A novidade no treino deste final de semana foi a presença de três especialistas americanos, Mark Verstegen, Craig Friedmann e Shad Forsythe, contratados para avaliar as condições físicas e apontar as possíveis falhas de cada jogador.

"Tive uma excelente impressão dos colegas americanos", elogiou Tim Meyer, médico responsável pela seleção alemã. "Para mim é uma honra apoiar a Alemanha", afirmou Verstegen, chefe do centro americano de treinamento Athletes Performance. Embora a avaliação individual ainda não tenha ficado pronta, o americano revelou de antemão que os jogadores apresentam excelente preparo físico.

Motivação diferente

O treino incluiu diversos exercícios novos que foram bem aceitos pelos jogadores. "Foram exercícios super interessantes que pretendo continuar fazendo pois creio que são importantes para mim", disse o goleiro Jens Lehmann. O técnico já anunciou que pretende repetir tal avaliação a cada seis ou sete meses.

Oliver Bierhoff Fußball

Oliver Bierhoff

Outra novidade aconteceu após o primeiro treino. À noite, a seleção participou de um encontro inusitado. Para "motivar os jogadores", o braço direito de Klinsmamm e também responsável pelo desempenho do time, Oliver Bierhoff, convidou os vencedores olímpicos Patrick Weissinger (pólo aquático), Tibor Weissenborn (hóquei) e o ciclista Robert Bartko para um bate-papo com os craques.

Exemplo e incentivo

"Quando estes atletas revelarem o quanto eles precisam lutar para ter sucesso e tudo o que precisam fazer, sem ganhar nenhuma fortuna para isto, espero que os relatos sirvam de exemplo e incentivo para os jogadores", declarou Bierhoff pouco antes do encontro.

O esquema para derrotar a seleção brasileira no jogo de quarta-feira (08/09), que será transmitido em tempo real para o Brasil por DW-WORLD, inclui também momentos de descontração. "Em cinco dias de treinos é bom que os jogadores tenham também alguma distração", assegurou Klinsmann. "Mas eles precisam saber distinguir entre a hora do trabalho e da brincadeira. Descontração não significa indisciplina", concluiu o técnico.

Confira a relação dos jogadores alemães escalados para o amistoso contra o Brasil:

Goleiros:

- Oliver Kahn (Bayern de Munique) e Jens Lehmann (Arsenal London)

Defesa:

- Frank Baumann e Frank Fahrenhorst (Werder Bremen), Andreas Görlitz (Bayern de Munique), Andreas Hinkel e Phillip Lahm (Stuttgart), Robert Huth (Chelsea London)

Meio Campo:

- Michael Ballack, Sebastian Deisler, Torsten Frings e Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique), Tim Borowski e Fabian Ernst (Werder Bremen), Bernd Schneider (Bayer Leverkusen)

Ataque:

- Gerald Asamoah (Schalke), Thomas Brdaric (Wolfsburgo), Miroslav Klose (Werder Bremen), Lukas Podolski (Colônia) e Kevin Kuranyi (Stuttgart).

Leia mais