1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Nova queda da inflação em maio

A taxa anual de inflação continua caindo, tanto na zona do euro como na União Européia. Ela foi de 2% e 1,8%, respectivamente.

default

Custo de vida na Alemanha só subiu 1% em maio

A inflação caiu em maio na zona do euro e na União Européia. A taxa anual da inflação - o chamado índice harmonizado de preços ao consumidor - foi de 2% em maio na zona do euro, após 2,4% em abril, informou a Agência Européia de Estatísticas, Eurostat, em Luxemburgo. Na comparação mensal, os preços aumentaram 0,1%.

Na União Européia, a inflação caiu de 2,2%, em abril, para 1,8%, em maio. De um mês para o outro o aumento foi igualmente de 0,1%. A inflação caiu em maio em 12 dos 15 países da UE. A Alemanha teve a taxa mais baixa, segundo o Eurostat: 1,0% (1,6%, em abril).

Na Espanha (3,7%) e Irlanda (5,0%), os países com a maior inflação, as taxas permaneceram inalteradas. A Holanda também integra esse grupo, mas seu índice caiu de 4,2% para 3,8%. A Grã-Bretanha ainda não apresentou os dados de maio à agência européia (abril: 1,3%). Dados parciais, contudo, apontam uma inflação de 0,8%.

O que pesou na inflação - Contribuíram para o aumento de preços na zona do euro principalmente os hotéis e restaurantes (+ 4,7%), gastos com educação (+ 4,0%), bebidas alcoólicas e tabaco (+ 3,9%). Em compensação, o aumento foi mínimo nos setores de transportes (+ 0,5%) e aluguéis (+ 1,1%).

Previsões - Os analistas contam com uma nova queda da inflação também em junho. Os dados parciais da Itália e da Alemanha, que serão divulgados no final desta semana, poderão sinalizar se o aumento do custo de vida na zona do euro ficará abaixo do limite de estabilidade econômica de 2%, fixado pelo Banco Central Europeu.