1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Nova lei deixa aluguéis mais baratos em Berlim

Desde que um teto para os preços dos aluguéis para novos inquilinos entrou em vigor, no mês passado, valores caíram 3%. Capital é a primeira cidade alemã a adotar medida, na tentativa de limitar o custo de vida.

Uma nova lei que limita os valores dos aluguéis em Berlim, em vigor desde 1° de junho, já afetou o mercado imobiliário local. De acordo com o site Immobilienscout24, líder do setor na capital, os valores dos aluguéis caíram 3,1% somente no mês passado.

"Isso [a queda] é bastante incomum quando comparado ao desenvolvimento que se viu ao longo do último um ano e meio, quando os preços dos aluguéis subiram 0,3% por mês em Berlim", afirma Jan Hebecker, chefe do setor de dados e mercados da Immobilienscout24. "Esse parece ser o primeiro efeito da nova lei."

"Em outras grandes cidades, onde há pressão sobre o mercado imobiliário, mas não há supervisão, os valores continuam a aumentar", acrescenta Hebecker. Em Frankfurt, por exemplo, os aluguéis aumentaram 0,1% no mês passado.

Em Berlim, 47% da população vive em imóveis alugados. Em 2005, o valor médio por metro quadrado era de 5,50 euros. Somente no ano passado, o preço disparou para quase 9 euros por metro quadrado. Numa tentativa de limitar o custo de vida, a capital alemã tornou-se a primeira cidade do país a introduzir um teto para aluguéis a serem cobrados de novos inquilinos.

De acordo com a nova lei, chamada de Mietpreisbremse (freio do preço de aluguel, literalemente), os proprietários não podem cobrar mais de 10% acima de um valor médio por metro quadrado estabelecido por um organismo regulatório para cada distrito da cidade. A média de preço é determinada de acordo com dados coletados numa pesquisa realizada a cada dois anos. Proprietários ainda têm a possibilidade de aumentar o aluguel, mas agora devem fazê-lo de maneira mais gradual.

A Mietpreisbremse foi introduzida como parte da legislação existente que permite que as autoridades dos estados alemães monitorem áreas onde os aluguéis são muito altos. Hamburgo e Renânia do Norte-Vestfália também já implementaram a lei inaugurada em Berlim, e outros estados do país devem fazer o mesmo em breve.

Berlim já adotou uma série de medidas na tentativa de limitar o mercado imobiliário, monitorando regiões onde os preços sobem rapidamente e proibindo a conversão de áreas residenciais em bairros de luxo.

Leia mais