1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Norte da Itália adota rodízio de carros para diminuir poluição

Vale do rio Pó está coberto por espessa camada negra de monóxido de carbono e poeira. Seca e elevado número de automóveis em circulação são os principais responsáveis pela poluição.

default

Automóveis circularão em dias alternados na Lombardia

Mau tempo paro os italianos. Após meses sem chuva, nem ventos, uma espessa camada de poluição acumulou-se sobre o vale do rio Pó, levando o presidente da Lombardia, Roberto Formigoni, a tomar medidas urgentes em relação ao trânsito na região.

A primeira providência foi proibir totalmente a circulação de veículos particulares em algumas cidades do norte da Itália, como Milão e Turim, nos dois últimos finais de semana. Sem grandes resultados, parte-se para uma nova tentativa: nesta terça-feira (22), entra em vigor o rodízio diário de carros em 62 cidades do norte do país.

Sem data fixa para terminar, a operação antipoluição estará a todo vapor até que se consiga reduzir os níveis de monóxido de carbono e de partículas de poeira no ar. Até então, todos os veículos particulares serão rigorosamente fiscalizados, de acordo com a alternância dos dias e placas com finais pares ou ímpares.

Se o problema da poluição persistir até amanhã (23), todos os carros ficarão nas garagens na próxima sexta-feira (25). Aqueles que se aventurarem a quebrar o rodízio poderão ser surpreendidos com uma multa de 75 euros.

Para terminar em pizza – Os turistas que forem para a Itália precisam estar atentos para não serem pegos de surpresa. As regras do rodízio valem para todos. No entanto, o trânsito estará livre nas regiões turísticas reservadas para esportes de inverno e também nas auto-estradas, rodovias e principais vias de acesso. Fluxo normal de carros até as fronteiras das cidades do norte, porém nos centros deve-se utilizar os transportes públicos, que estarão circulando com uma frota maior. Outras regiões da Itália também pretendem aderir às medidas de contenção da poluição, adotadas na Lombardia. Turim, na região de Piemonte, deverá restringir, nos próximos dias, a circulação de veículos particulares. Em todas as províncias com mais de 50 mil habitantes da região da Emilia-Romana (capital – Bolonha ), o tráfego de carros particulares estará proibido durante os domingos, até o final de março.

Lombardia – A região de maior densidade demográfica da Itália, aproximadamente 9 milhões de habitantes, também possui a mais alta concentração de recursos econômicos e financeiros. Situa-se na região norte do país, que compreende a região dos Alpes até os Apeninos, incluindo o vale do rio Pó, e comporta a segunda maior cidade italiana, Milão, além das províncias de Brescia, Bergamo, Varese, Como, Pavia, Mantova, Cremona e Sondrio.

Nuvem negra sobre Milão – Sem chuva há três meses, os moradores do populoso vale do rio Pó já começam a andar pelas ruas com máscaras para filtrar a poluição do ar. A densa camada de poluentes que se formou na região, uma grande estufa negra, está deixando os milaneses furiosos: "Se pudesse, me mudaria", reclama uma senhora, com o filho no colo.

A poluição na Itália não é novidade, só no ano passado, a proibição do tráfego aos domingos repetiu-se inúmeras vezes, porém desta vez a seca dos últimos meses piorou a situação. O italiano já está acostumado a tais medidas antipoluição e sabe perfeitamente que carro, só mesmo com catalisador, pois de outra forma não conseguem circular o ano inteiro. O mais difícil parece ser convencê-lo a deixar o carro na garagem.

Leia mais