1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Nobel de Física para descoberta de que neutrinos 'mudam de identidade'

Cientistas do Japão e do Canadá dividem o prêmio por estudo que permite uma melhor compreensão do universo, diz júri. Partículas elementares são criadas em reações nucleares e se locomovem quase à velocidade da luz.

O Prêmio Nobel de Física deste ano foi atribuído nesta terça-feira (06/10) ao japonês Takaaki Kajita e ao canadense Arthur McDonald pela descoberta de oscilações de neutrinos, partículas elementares consideradas as mais ardilosas da natureza.

A Academia Real das Ciências da Suécia disse que os dois pesquisadores fizeram contribuições-chave a experimentos que mostram que os neutrinos mudam de identidade. "As oscilações dos neutrinos demonstram que eles têm massa", permitindo compreender o funcionamento interno da matéria e, assim, compreender melhor o universo, disse o júri.

Neutrino são partículas que circulam pelo universo quase à velocidade da luz. Eles são criados nas reações nucleares, como no Sol, nas estrelas ou em usinas nucleares.

Nobelpreis 2015 Physik Takaaki Kajita und Arthur B. McDonald

Kajita e McDonald ganharão cada um uma medalha de ouro em 10 de dezembro

"Com certeza houve um momento 'eureka' quando conseguimos ver que neutrinos pareciam mudar de um tipo para o outro ao viajarem do Sol para a Terra", declarou McDonald.

O cientista de 72 anos é professor emérito na Queen's University, em Kingston, no Canadá. Kajita, de 56 anos, é diretor do Instituto de Pesquisa de Raios Cósmicos e professor na Universidade de Tóquio.

Os dois pesquisadores vão dividir o prêmio no valor de 8 milhões de coroas suecas (cerca de 960 mil dólares). Cada um deles receberá uma medalha de ouro na cerimônia de premiação, a ser realizada no dia 10 de dezembro.

Nesta segunda-feira, foi anunciado o Prêmio Nobel de Medicina, concedido a pesquisadores dos EUA, do Japão e da China, que descobriram drogas utilizadas no combate à malária e a doenças parasitárias.

O próximo Nobel, de Química, será anunciado nesta quarta-feira, o de Literatura, na quinta-feira, e o da Paz, nesta sexta-feira. O vencedor do Nobel de Economia será divulgado na próxima segunda-feira.

LPF/ap/rtr/lusa

Leia mais