Nigéria anuncia detenção de líder de grupo ligado à Al Qaeda | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 03.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Nigéria anuncia detenção de líder de grupo ligado à Al Qaeda

Khalid al-Barnawi, chefe do grupo extremista Ansaru, foi preso por militares no centro do país, afirma Exército. Ele era um dos terroristas mais procurados pelos Estados Unidos.

O líder do grupo terrorista nigeriano Ansaru, dissidente do Boko Haram e ligado à Al Qaeda do Magrebe Islâmico, foi detido na sexta-feira, anunciou neste domingo (03/04) o Exército da Nigéria.

"Os agentes de segurança efetuaram na sexta-feira um avanço na luta contra o terrorismo, tendo detido Khalid al-Barnawi, o chefe do grupo terrorista Ansaru, em Lokoja", disse um porta-voz do Exército. Lokoja é a capital do estado de Kogi, no centro do país.

Barnawi é um dos três nigerianos listados pelos Estados Unidos como terroristas globais, em 2012, e um dos terroristas mais procurados pelos americanos.

Dos outros dois nomes da lista, um – o fundador do Ansaru, Abubakar Adam Kambar – já morreu. Barnawi assumiu a liderança do grupo em março de 2012, logo após a morte de Kambar numa operação militar. O terceiro nigeriano na lista é o líder do Boko Haram, Abubakar Shekau.

Barnawi tem 47 anos e o seu nome verdadeiro é Usman Umar Abubakar.

AS/afp/lusa

Leia mais