Nicarágua escolhe novo presidente | AMÉRICA LATINA | DW | 06.11.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Nicarágua

Nicarágua escolhe novo presidente

Aos 71 anos, atual chefe de Estado nicaraguense, Daniel Ortega, tem boas chances de se reeleger. Ao lado da esposa, ele quer garantir a continuidade do poder.

default

Daniel Ortega e sua esposa, Rosario Murillo, em cartaz eleitoral

O presidente esquerdista nicaraguense, Daniel Ortega, concorre a um quarto mandato nas eleições presidenciais que se realizam neste domingo (06/11) no país da América Central. Nas últimas pesquisas eleitorais, ele aparece à frente de seus cinco rivais com quase 70% das intenções de voto.

Ortega, que em poucos dias vai completar 71 anos, está competindo ao lado da esposa e candidata à vice-presidente, Rosario Murillo. Caso ele não consiga completar o mandato, ela assumiria a chefia do governo. Os sete filhos do casal ocupam importantes postos na política, economia e mídia do país.

Oposicionistas convocaram protestos e instaram a população a boicotar as eleições. "O partido do governo, a FSLN (Frente Sandinista de Libertação Nacional), usou dinheiro público na campanha; observadores internacionais estão proibidos de acompanhar as eleições e não há uma real concorrência", reclamou Haydée Castillo, da iniciativa Consórcio Panorama Eleitoral, que monitora o pleito.

Presidente popular

O ex-guerrilheiro marxista, no entanto, continua popular entre muitos nicaraguenses. Ortega deu início a uma série de programas sociais, fechando uma aliança com a Igreja Católica e com o empresariado conservador. Devido a seu estilo autoritário de governança e a acusações de corrupção contra a sua família, muitos de seus antigos companheiros lhe viraram as costas.

Além do chefe de Estado e seu vice, neste domingo também serão escolhidos 90 deputados da Assembleia Nacional da Nicarágua, como também 20 representantes do Parlamento centro-americano. Para que saia vitorioso, Ortega precisa obter somente a maioria simples. Cerca de 3,8 milhões de nicaraguenses com mais de 16 anos estão aptos a votar nesta eleição.

CA/dpa/epd

 

Leia mais