Neuer deixa de ser unanimidade | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 22.03.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Neuer deixa de ser unanimidade

Comissão técnica mantém otimismo, mas titularidade de goleiro na Copa é cada vez mais questionada. Capitão se recupera de fratura e, na melhor das hipóteses, estrearia no Mundial sem ritmo de jogo.

Manuel Neuer

O senhor das braçadeiras: Manuel Neuer herdou a liderança de Philipp Lahm no Bayern de Munique e na seleção alemã

Depois das aposentadorias de Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger da seleção alemã, Manuel Neuer foi escolhido como o novo capitão da Nationalelf – algo natural considerando o tempo que jogou com a camisa da Alemanha, a importância que teve no tetracampeonato mundial no Brasil e os títulos que conquistou. Mas o goleiro não joga desde setembro de 2017 e corre o risco de ficar de fora do Mundial da Rússia.

A última partida oficial de Neuer foi em 16 de setembro de 2017 pela quarta rodada da atual Bundesliga (Bayern de Munique 4:0 Mainz 05). Desde então, o goleiro se recupera de sua terceira fratura no pé esquerdo.

Leia também: 

Alemanha vai de verde à Copa de 2018

Alemanha terá oito campeões mundiais contra o Brasil

Nesta semana, Neuer participou de um evento de um patrocinador da Federação Alemã de Futebol (DFB) ao lado de outros jogadores. Seis meses depois da operação, ele ainda precisa usar uma bota imobilizadora. Sua volta aos gramados está programada para abril, mas ele ainda nem retomou os treinamentos.

Na seleção alemã, pode-se dizer que Neuer é um capitão ausente. Desde que assumiu a liderança da Nationalelf, logo após a Eurocopa de 2016, Neuer disputou apenas três partidas pela seleção – a última em 11 de outubro de 2016, pela terceira rodada das Eliminatórias (2:0 contra a Irlanda do Norte). É bem verdade que Neuer usou a braçadeira em cinco das seis partidas da Alemanha na Eurocopa, mas apenas porque o treinador Joachim Löw optou por deixar Schweinsteiger no banco de reservas.     

Marc-André ter Stegen

Temporada irrepreensível no Barcelona e título da Copa das Confederações: Marc-André ter Stegen pede passagem

Ter Stegen?

Unanimidade entre críticos, considerado por muitos o melhor goleiro do mundo – que não apenas é bastante seguro entre os postes, mas sabe trabalhar bem a bola com os pés –, Neuer vem deixando de ser unanimidade para a titularidade na Copa do Mundo de 2018.

Numa votação-relâmpago publicada na página do Facebook do principal portal esportivo alemão, Kicker, internautas puderam votar na quarta-feira em quem eles preferem ver como titular guardando a meta da Nationalelf na Rússia. Ter Stegen recebeu 53% dos votos, enquanto Neuer ficou com 47%.

Faltam pouco mais de 80 dias para a abertura da Copa do Mundo de 2018, e a mídia esportiva alemã começou a dar sinais de preocupação. Manchetes como "Manuel Neuer luta contra o tempo", "O dilema: Neuer ou Ter Stegen" ou "Neuer deve ser o goleiro da seleção alemã?" dão o tom do debate em torno do camisa 1 alemã: mesmo que Neuer se recupere a tempo para o Mundial, ele estará sem ritmo de jogo e pode não transmitir sua costumeira segurança ao sistema defensivo.

Até a estreia da Alemanha na Copa, em 17 de junho, contra o México, restam teoricamente, na melhor das hipóteses, apenas 16 partidas para Neuer adquirir ritmo de jogo e confiança. Caso o Bayern de Munique seja eliminado na semifinal da Copa da Alemanha e das quartas de final da Liga dos Campeões, o montante de jogos cai para 12 confrontos – e quatro seriam depois da divulgação do elenco provisório, marcada para 15 de maio.

Manuel Neuer

Fraturas e retornos precipitados: Neuer celebrou em maio o título da Bundesliga 2016/2017 de muletas

"É uma situação precária"

Neuer é apenas o segundo goleiro capitão fixo da história da seleção alemã. O primeiro é um velho conhecido da torcida brasileira: Oliver Kahn, aquele que falhou na finalização de Rivaldo no primeiro gol do Brasil na final de 2002, marcado por Ronaldo. Atualmente comentarista esportivo, Kahn foi direto sobre a indefinição no gol da Alemanha: "É uma situação precária."

Neuer precisa definitivamente passar por alguns jogos antes do Mundial, de acordo com Kahn. "O Bayern de Munique, obviamente, não o pressiona, mas em algum momento o treinador se perguntará quando ele poderá escalá-lo, especialmente quando começar a fase final da Liga dos Campeões", disse Kahn. Segundo o ex-goleiro, Ter Stegen "está pronto para jogar uma Copa do Mundo".

Ter Stegen tem tido uma temporada excelente no Barcelona. Na Liga dos Campeões, sofreu apenas dois gols em oito partidas. No Campeonato Espanhol, foram apenas 13 em 29 jogos – melhor defesa em ambas as competições e a melhor defesa entre todos os principais campeonatos nacionais europeus.

E Ter Stegen pode quebrar um recorde histórico na Espanha: caso sofra apenas quatro gols nos nove jogos restantes, baterá a marca de 18 gols sofridos numa temporada (Jan Oblak, em 2016, e Francisco Liaño Fernández, em 1994). Além disso, Ter Stegen foi campeão da Copa das Confederações.

Neuer também sofreu uma lesão (no ombro) antes da Copa do Mundo de 2014. "Ele mostrou que não precisa de muita prática, mas de certa segurança. Dessa forma, ele consegue voltar a jogar em alto nível com relativa rapidez", disse Kahn. "Desta vez, porém, é um pouco diferente", completa o ex-goleiro, apontando que Neuer está quatro anos mais velho e precisa estar confiante de que seu pé esquerdo realmente aguentará o desgaste físico.

Manuel Neuer

Se repetir este gesto na Rússia, Neuer se tornará o quarto goleiro capitão campeão de uma Copa do Mundo

"É o melhor goleiro do mundo"

Löw tem um histórico de esperar até o último momento por seus principais jogadores. O treinador da Nationalelf convocou Sami Khedira para o Mundial do Brasil, por exemplo, apesar de o volante não ter feito nenhum jogo oficial depois do rompimento dos ligamentos cruzado e colateral de seu joelho direito.

"Claro que vamos manter todas as possibilidades abertas para Manuel", disse Löw no fim de 2017. "Ele é o melhor goleiro do mundo, nosso capitão, e precisamos de seu carisma."

O camisa 1 do Bayern de Munique – onde também carrega a braçadeira – foi eleito como melhor goleiro do mundo pela Fifa em 2013, 2014, 2015 e 2016. Nesse meio tempo, conquistou quatro títulos da Bundesliga, três Copa da Alemanha, a Liga dos Campeões de 2013 e o Mundial de Clubes no mesmo ano, além da Copa do Mundo de 2014.

Na Rússia, caso seja convocado e caso a Alemanha conquiste o pentacampeonato mundial com Neuer em campo, ele entrará no seleto hall de goleiros capitães campeões da Copa do Mundo. Até então, apenas em três de 20 Mundiais a taça foi erguida por um goleiro: o italiano Gianpiero Combi, em 1934, o também italiano Dino Zoff, em 1982, justamente contra a Alemanha, e o espanhol Iker Casillas, em 2010. 

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais