1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Nepal resgata quatro sobreviventes entre escombros

Uma semana após terremoto que devastou o país, equipes localizam mais quatro sobreviventes em vilas no interior. Entre eles está um idoso de 101 anos que sofreu apenas ferimentos leves.

default

Distrito de Sindhupalchok foi um dos mais atingidos pela catástrofe

Autoridades do Nepal afirmaram neste domingo (03/05) que quatro pessoas foram regatadas com vida dos destroços, uma semana após o terremoto que devastou a região central do país. Um dos sobreviventes tem mais de 100 anos.

De acordo com o policial Ram Bahadur Nepali, do distrito de Sindhupalchok, duas mulheres e um homem foram regatados em uma vila localizada numa região montanhosa cerca de 60 quilômetros a oeste da capital, Katmandu. Dois deles foram encontrados entre os destroços de uma casa que desabou. Já o terceiro estava soterrado após ser vítima de um deslizamento de terra.

Na vila de Kintang, as equipes de busca resgataram um homem de 101 anos entre os escombros de sua casa . De acordo com autoridades, ele teve apenas ferimentos leves. Os quatros sobreviventes estão internados em hospitais locais.

Nepal Erdbeben

Mais de 130 mil pessoas trabalham no resgate

O regaste aumenta a esperança de que mais pessoas ainda possam ser encontradas com vida. Neste sábado, autoridades nepalesas haviam descartado a possibilidade de encontrar mais sobreviventes. Mais de 130 mil policiais e soldados foram mobilizados para ajudar nos resgates.

Mais de 7 mil mortos

Neste domingo, o governo informou que o número de mortos na tragédia passa de 7 mil. As autoridades alertam que esse número deve aumentar na medida que as equipes de regaste consigam chegar a regiões de difícil acesso ou encontrem mais corpos entre os destroços. Milhares de pessoas continuam desaparecidas – entre elas, cerca de mil europeus.

Depois de uma semana de medo e incerteza, a vida na capital do país começa a voltar à normalidade. Escritórios e lojas reabriram nesse domingo. Escolas e universidades, no entanto, permanecem fechadas até meados de maio.

O fornecimento de eletricidade começa a ser restabelecido na maior parte da cidade. Muitos moradores que estavam dormindo em barracas ou ao relento começam a retornar às suas casas. Além disso, eles deram início aos trabalhos de limpeza de ruas e bairros.

CN/dpa/afp/lusa

Leia mais