1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Neandertais e humanos dividiram Europa por milênios, diz estudo

Período de até 5 mil anos de coexistência teria dado "tempo suficiente" para intercâmbios culturais e miscigenações entre as duas espécies. Extensão do contato ainda não foi determinada.

default

Réplica do Homem de Neandertal

O Homem de Neandertal pode ter coexistido com o ser humano na Europa por até 5 mil anos, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira (20/08) pela revista científica Nature. De acordo com os autores da pesquisa, o intervalo teria dado “tempo suficiente” para intercâmbios culturais e miscigenações entre as duas espécies.

Com base em novas técnicas de datação por carbono e modelos matemáticos, os cientistas constataram que os dois grupos de hominídeos dividiram o território europeu por um período que se estendeu de 25 a 250 gerações, dependendo da região. Foram analisadas cerca de 200 amostras de aproximadamente 40 sítios arqueológicos da Rússia a Espanha.

“Os resultados revelam uma justaposição temporal de 2,6 a 5,4 mil anos”, escreveram os pesquisadores. A equipe concluiu ainda que os neandertais desapareceram de diferentes regiões em momentos distintos, ao invés de serem substituídos pelos humanos de uma só vez.

“Muitas vezes, datações por carbono anteriores subestimaram a idade de amostras recolhidas de locais associados aos neandertais, porque a matéria orgânica estava contaminada com partículas modernas”, disse Thomas Higham, arqueologista da Universidade de Oxford e líder do estudo. "Agora, podemos dizer com mais confiança que finalmente desvendamos o momento do desaparecimento de nossos primos próximos."

O homem moderno teve origem na África e chegou à Europa entre 50 mil e 30 mil anos atrás. De acordo com o novo estudo, há 45 mil anos, a Europa ainda era ocupada principalmente pelos neandertais, com pequenos agrupamentos de humanos entre eles. A situação teria se invertido ao longo dos 5 mil anos seguintes, até que os neandertais acabaram desaparecendo.

O estudo, porém, não conseguiu concluir se houve um ou mais cruzamentos entre neandertais e humanos ao longo do tempo. Embora já se saiba que o homem moderno carrega parte dos genes do Homem de Neandertal, sugerindo que houve uma miscigenação, ainda não foi possível determinar a extensão do contato entre ambos e nem os motivos que levaram à extinção dos neandertais.

IP/afp/ap

Leia mais