1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Naufrágio no Mediterrâneo pode ter feito até 400 vítimas

Embarcação levando imigrantes partiu da Líbia rumo à Itália com cerca de 550 pessoas a bordo, segundo relatos de sobreviventes. Guarda Costeira italiana resgatou 144 sobreviventes e nove corpos.

Sobreviventes resgatados após um naufrágio na costa da Líbia e levados à Itália afirmam que até 400 pessoas podem ter morrido no acidente com a embarcação, que fazia a travessia do Mar Mediterrâneo rumo à Europa no último domingo (12/04). A Guarda Costeira italiana informou na manhã desta terça-feira (15/04) que até agora foram resgatados 144 pessoas e nove corpos.

As autoridades italianas ainda não confirmaram o total de vítimas. Porém a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a organização não-governamental Save the Children afirmam ter calculado esse número baseado no depoimento de entre 144 e 150 sobreviventes levados à região Reggio Calábria, no sul da Itália, na manhã da terça-feira.

"Havia 400 vítimas no naufrágio, que ocorreu 24 horas após a embarcação ter deixado a costa da Líbia", declarou a Save the Children através de nota. "Entre elas, muitos rapazes jovens, provavelmente menores de idade." Segundo a ONG, entre os resgatados havia também crianças.

Segundo o porta-voz da OIM na Itália, Flávio di Giacomo, os relatos dos sobreviventes indicam que havia entre 500 e 550 pessoas a bordo do barco no momento do naufrágio.

Primeiras investigações apontam que o naufrágio teria sido provocado pela movimentação de passageiros, nervosos ao reconhecerem a aproximação de uma equipe de resgate italiana.

De acordo com autoridades italianas, já chega a 8.500 o número de imigrantes resgatados no mar apenas entre a sexta-feira e a segunda-feira, reacendendo no país o debate sobre a obrigação de a Itália abrigar todos os refugiados em seu território, já que se trata de um problema da Europa como um todo. Só em 2015, o país já recebeu mais de 15 mil imigrantes.

Condições climáticas favoráveis no Mediterrâneo, bem como o aumento da violência e do caos na Líbia, vêm provocando um aumento no número de imigrantes que tentam chegar à Europa.

RC/dpa/afp

Leia mais