Natureza e história atraem turistas ao Lago de Constança | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 19.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Natureza e história atraem turistas ao Lago de Constança

Aos pés dos Alpes, na fronteira com a Suíça e a Áustria, o Lago de Constança é o maior da Alemanha e atrai milhares de visitantes, interessados na cultura local ou em relaxar em meio à bela paisagem.

Imperia: estátua símbolo da cidade no porto de Constança

Imperia: estátua símbolo da cidade no porto de Constança

A melhor maneira de chegar a Constança é pela água. No porto, a imponente estátua Imperia, símbolo da cidade da autoria de Peter Lenk, recepciona desde 1993 os navegantes. Na mão esquerda, traz a figura grotesca de um papa, na direita, a de um imperador. É uma referência aos tempos do Concílio de Constança, em 1414-1418, a única vez em que um papa foi eleito em solo alemão. No prédio que abrigou o concílio funciona hoje um restaurante.

Mainau é conhecida como ilha das flores, graças aos jardins construídos no fim do século XX

Mainau é conhecida como Ilha das Flores

A próxima parada no lago é a Ilha de Mainau, conhecida como Ilha das Flores (Blumeninsel). No século 19, o grão-duque de Baden adquiriu o território, que por um bom tempo permaneceu selvagem. Apenas no final do século seguinte, o herdeiro e conde Lennart Bernadotte transformou a ilha num jardim paradisíaco.

Pré- história: Museu de Palafitas em Unteruhldingen

Pré-história: Museu de Palafitas em Unteruhldingen

Na margem norte do Lago, há o Museu de Palafitas (Pfahlbaumuseum), no vilarejo de Unteruhldingen. No local, é possível visitar casas erguidas sobre a água, semelhantes àquelas em que viviam caçadores e pescadores da pré-história.

Castelo de Meersburg, à beira do Lago de Constança

Castelo de Meersburg domina o Lago de Constança

Não muito longe dali, dando vista sobre o lago, está o Castelo de Meersburg, que deu nome à pequena cidade medieval onde se encontra. A antiga residência episcopal é hoje um museu, que – com suas vistas panorâmicas, arquitetura e história – atrai turistas o ano inteiro.

LPF/dw
Revisão: Augusto Valente

Leia mais