1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Na véspera de sediar jogo da Argentina, Brasília festeja vitória brasileira

Torcida na Fan Fest Brasília contou com reforço inusitado de legião portenha que desembarcou na capital para assistir à partida da seleção argentina contra a Bélgica neste sábado, no Estádio Nacional.

Cerca de 35 mil pessoas acompanharam a vitória de 2 a 1 do Brasil sobre a Colômbia, nesta sexta-feira (04/07), dos telões da Fifa Fan Fest em Brasília. Show musicais antes e depois da partida embalaram os torcedores, que além da camisa da seleção brasileira, vestiram perucas e os mais variados adereços para torcer pelo Brasil.

O público começou a chegar cedo, já a partir das 11h, para assistir à partida entre Alemanha e França e, aos poucos, foi colorindo cada canto dos 45 mil metros quadrados da área destinada à festa em Brasília. Colombianos, alemães, chineses e uma legião de argentinos que invadiu a capital brasileira nos últimos dias, na expectativa do jogo deste sábado contra a Bélgica, também estiveram presentes.

“Viajamos 4,5 mil quilômetros de carro, foram três dias de viagem. E nem temos ingresso, estamos aqui só para fazer festa”, contou Sérgio Peruzzo, 48, ao lado do filho Manuel e de um grupo de amigos que deixou Buenos Aires no início da semana para estar em Brasília no dia do jogo contra a seleção belga.

O grupo fez questão de deixar claro que a torcida na sexta-feira era por uma vitória brasileira. “As pessoas aqui nos trataram muito bem, têm uma energia boa”, explicou o portenho Estevam Peralta, 44. “Este é o melhor Mundial até agora. Seria lindo se algum país latino-americano ganhasse essa Copa. Se for a Argentina, claro, melhor ainda”.

Fußball WM 2014 Brasilien - Kolumbien Fifa Fan Fest in Brasilia

Brasileiros fantasiados para assistir o jogo contra a Colômbia

Para receber os cerca de 60 mil argentinos na capital, o governo do Distrito Federal liberou uma grande área de estacionamento para que os hermanos que vierem acompanhar sua seleção tenham onde estacionar traillers e motorhomes. A empresa que gerencia o aeroporto de Brasília anunciou na quinta-feira a inclusão de 77 novos voos na malha aérea, para atender à demanda de Buenos Aires.

Perto do povo, longe dos protestos

O clima de festa empolgou o brasiliense. Teve torcedor vestido de Pelé, “para dar sorte”, e até um sósia do jogador Hulk, que tirava foto com fãs e arrancava suspiros das torcedoras. “Ele é tão lindo quanto o original”, dizia um grupo de adolescentes, correndo para também clicar o rapaz.

Diferentemente de cidades como Rio e São Paulo, onde a Fan Fest ficou em áreas mais centrais, em Brasília a festa da Fifa está sediada em Taguatinga, cidade-satélite a 20 quilômetros da capital federal. Muitos moradores haviam recebido com desconfiança a escolha, já que grandes eventos públicos – como o réveillon e o aniversário da cidade – são realizados no coração de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, em frente à rodoviária central.

O governo garante que a decisão teve como objetivo deixar a folia mais perto da população, por ser a área mais próxima das cidades mais populosas e de menor renda da capital. Os críticos, porém, acreditam que a ideia era evitar caos no trânsito e possíveis protestos na porta do gabinete da presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto.

“Esse é o primeiro jogo que venho assistir aqui. É um pouco longe e estava com um pouco de medo de violência”, confessou a bibliotecária Maria Dirce, 56, moradora de Brasília. Nesta sexta-feira, porém, ela esteve com familiares na Fan Fest e aprovou. “Está bem tranquilo aqui, bem organizado e seguro”, afirmou. Segundo o governo, 1,4 mil policiais garantiram a segurança no local.

Fußball WM 2014 Brasilien - Kolumbien Fifa Fan Fest in Brasilia

Colombianos presentes na Fan Fest da Fifa em Brasília

Frustração colombiana

O gol de Thiago Silva, logo aos sete minutos do primeiro tempo, silenciou a pequena, mas até então confiante, torcida colombiana que foi à Fan Fest. Os amigos Fred Gamboa, 24, e Esteban Molino, 31, deixaram Bogotá há três semanas e vinham rodando o Brasil atrás do time comandado pelo técnico José Nestor Pekerman. O custo da aventura bate na trave dos 5 mil dólares cada um, somando as despesas com passagens, hospedagens e alimentação.

“Vale a pena, estamos fazendo história aqui”, justificou Gamboa. “Vai ser uma partida dura, mas vamos ganhar com dois gols de James contra um de Neymar”, apostou. Ao fim dos 90 minutos, porém – após a cobrança de falta certeira de David Luiz e o insuficiente gol de pênalti cobrado por James – restou aos amigos enrolarem-se na bandeira da Colômbia, para se protegerem do vento frio, típico das noites de inverno do cerrado, e voltar para casa.

Leia mais