1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Na véspera da estréia, Pfister volta ao banco de Togo

O treinador alemão Otto Pfister, que havia deixado o comando de Togo no final da última semana, reconsiderou sua decisão nesta segunda-feira (12/6), véspera da estréia da equipe na Copa do Mundo, contra a Coréia do Sul.

O comandante havia dito que a discussão em torno da premiação ao grupo o fez abandonar o cargo na última sexta-feira. Agora ele mudou de opinião ao se sensibilizar com o pedido do elenco.


"Os jogadores intervieram de forma massiva. Recebi um fax do presidente (da Associação Togolesa de Futebol) e vou ficar no banco como técnico da equipe amanhã", disse.

Os jogadores pediam 155 mil euros cada um além de bônus de 30 mil euros em caso de vitória e 15 mil euros por empate. Até o momento, não há consenso com os dirigentes da federação de futebol do país a respeito dessa questão, que alegam que a exigência dos atletas é muito alta para a sua realidade financeira.


Na ausência de Pfister, a seleção togolesa teve treinos ministrados pelo assistente Kodjovi Mawuena. Durante o final de semana comentou-se o interesse pelo experiente treinador alemão Winfried Schaefer, ex-Camarões.

Links relacionados:

Leia mais