1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleições nos EUA

Na reta final, Obama e Romney correm atrás de votos nos estados decisivos

Democratas e republicanos focam campanha nos estados que devem decidir a disputa. Aumento da taxa de desemprego registrada em outubro trouxe mais munição para a apertada corrida presidencial.

A poucos dias das eleições presidenciais nos Estados Unidos, que serão realizadas na próxima terça-feira (06/11), o atual presidente Barack Obama e seu desafiante, Mitt Romney, usam cada minuto para correr atrás dos votos, principalmente nos estados decisivos.

Ao mesmo tempo, cada candidato aproveita para atacar as principais propostas do adversário. Obama acusa Mitt Romney de assustar os eleitores com mentiras. Já o republicano alerta para uma paralisação econômica do país, caso Obama seja reeleito.

Na reta final, os esforços se concentram nos estados-chave, onde a disputa eleitoral está indefinida. Entre eles estão Iowa, New Hampshire, Wisconsin, Virginia, Nevada, Colorado e Flórida, focos das duas campanhas neste sábado (03/11).

De acordo com um pesquisa de opinião divulgada neste sábado, o presidente Obama está com seis pontos percentuais à frente do desafiante Mitt Romney no estado de Ohio. O levantamento, encomendado pela emissora NBC News e pelo jornal Wall Street Journal, calcula que Obama terá 51% dos votos, enquanto Romney terá com 45%.

Desemprego

A divulgação na última sexta-feira da taxa de desemprego dos EUA no mês de outubro, que chegou a 7,9%, trouxe mais munição para a corrida eleitoral. A pesquisa revelou um aumento de 0,1% no índice, quando comparado com o mês anterior.

Mitt Romney

Mitt Romney promete mudanças na política econômica

"Por quatro anos a política do presidente Obama espremeu a classe média norte-americana", declarou Romney em seus discursos. Caso seja eleito, ele prometeu "verdadeiras mudanças", que vão trazer melhores tempos para os Estados Unidos.

Já para Obama foi importante que a taxa de desemprego não atingiu o limite psicológico de 8%. Partidários do democrata afirmam que no mês anterior foram criadas 171 mil vagas de emprego, além das que haviam sido fechadas.

"Nós obtivemos um progresso real", disse Obama, em Ohio. A difícil situação do mercado de trabalho é um dos temas centrais na corrida presidencial.

Furacão Sandy

Na manhã deste sábado, o presidente norte-americano participou de uma conferência por telefone com ministros e com os governadores dos estados de Connecticut, New Jersey e Nova York, afetados pelo furacão Sandy, segundo informou a Casa Branca.

Por conta dos estragos causados pelo furacão, a famosa maratona de Nova York, que deveria ser realizada neste domingo, foi cancelada. Ainda que partes da cidade já tenham restabelecido a eletricidade, outras ainda lutam para se recuperar dos estragos que causaram ao menos a morte de 95 pessoas em 15 estados norte-americanos e no Canadá.

FC/afp/dpa/dapd
Revisão: Mariana Santos

Leia mais