1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Na quinta prorrogação da Copa, Bélgica elimina EUA e completa as quartas

Goleiro americano tem grande atuação, garante 0 a 0 no tempo normal, mas De Bruyne e Lukaku marcam na prorrogação e garantem a classificação dos belgas, que enfrentarão a Argentina na próxima fase.

A Bélgica precisou da prorrogação para transpor a muralha Tim Howard, mas eliminou a seleção dos Estados Unidos por 2 a 1, nesta terça-feira (01/07), em Salvador. Esta foi a quinta prorrogação nas oitavas de final desta Copa, igualando assim o recorde do Mundial de 1938. Kevin De Bruyne e Romelu Lukaku marcaram para a Bélgica e Julian Green diminuiu para os americanos. A Bélgica enfrenta a Argentina, no próximo sábado, em Brasília.

Criticada pelas partidas morosas na fase de grupos, a Bélgica iniciou o confronto contra os Estados Unidos diferente e partiu para cima logo nos minutos iniciais. Kevin De Bruyne, Divock Origi e Jan Vertonghen construíram jogadas interessantes e levaram constante perigo à meta de Howard.

Logo com 45 segundos de bola rolando, De Bryne acionou Origi, que disparou, invadiu a área, mas o goleiro dos EUA defendeu a finalização com os pés. O jovem atacante belga de 19 anos conquistou a vaga de titular no decorrer da Copa e mostrou personalidade até aqui. A sua velocidade foi constantemente procurada pelos colegas de equipe.

WM 2014 Achtelfinale USA Belgien Obama

O presidente dos EUA, Barack Obama, acompanhou a partida junto de sua equipe na Casa Branca

A Bélgica teve o domínio das ações praticamente em todos os momentos do primeiro tempo, e quando encontrava um pouco de espaço na defesa do US Team, conseguia encaixar contra-ataques rápidos, principalmente pelo lado esquerdo, com Jan Vertonghen.

Aos 22, minutos após um torcedor invadir o campo, o lateral improvisado roubou a bola no meio-campo, puxou com velocidade e rolou para De Bruyne. O meia limpou a jogada, mas finalizou mal, mascado, para fora. Três minutos depois, Vertonghen invadiu a grande área e cruzou forte, rasteiro, mas a defesa conseguiu tirar quase em cima da linha.

Nos minutos finais do primeiro tempo, os EUA arriscaram uma pequena pressão, principalmente com as subidas de DeAndre Yeldin, que encontrou muitos espaços nas costas de Vertonghen. Aos 40, ele cruzou rasteiro para o meio da área e Graham Zusi acertou a bola na orelha e desperdiçou grande chance.

Massacre no segundo tempo

A segunda etapa começou do mesmo jeito que a primeira, com a Bélgica tentando evitar o que seria a quinta prorrogação nesta Copa do Mundo. Origi teve duas ótimas oportunidades. Aos quatro, Vertonghen cruzou rasteiro, De Bruyne não alcançou e Origi furou dentro da pequena área. Aos 11, Alderweireld levantou na área e Origi cabeceou no travessão.

WM 2014 Achtelfinale USA Belgien

Impressionante! Tim Howard fez bela partida e fechou o gol dos Estados Unidos

No minuto seguinte, Vertonghen chutou cruzado, e Howard defendeu com os pés. Em seguida, ele tentou fuzilar de primeira, sem deixar a bola quicar, mas exagerou na força. Aos 14, Origi fez nova boa jogada, cruzou rasteiro, e Dries Mertens, de letra, quase abriu o placar.

A superioridade belga em campo é evidenciada pelo número de finalizações até os 20 minutos do segundo tempo: 20 a 3. E o repertório era vasto. Se os cruzamentos pelo alto não estava dando conta, Witsel tratou de arriscar de longe, aos 23, com perigo. E as finalizações de longe eram a única arma americana. Dempsey tentou assim, mas sempre esbarrou em um seguro Courtois.

A Bélgica marcou todos os seus quatro gols desta Copa nos últimos 20 minutos de jogo. Com esse alento, os Diabos Vermelhos continuaram a pressionar. Aos 26, Mirallas fez fila e enfiou a bola para Origi, mas Howard, outra vez, tirou com as pernas. Aos 30, Origi acionou Mirallas, que ficou cara a cara com Tim Howard, mas o goleiro salvou com o joelho.

Tim Howard ia se transformando no herói da partida. Aos 34, Fellaini ajeitou para Hazard, mas o goleiro caiu no canto e espalmou. Já era a 11ª boa defesa do arqueiro do Everton, da Inglaterra. E a contagem ia aumentando. Origi obrigou outra espalmada aos 40 minutos. E o famoso ditado "quem não faz, toma" quase entrou em ação no último lance da partida.

Após cruzamento, Jermaine Jones desviou de cabeça, e Wondolowski, livre, na cara de Courtois, isolou por cima do travessão. Não teve jeito: Bélgica e Estados Unidos foram à prorrogação.

Gols, só no tempo extra

E a Bélgica tratou de repetir o início da Alemanha na prorrogação contra a Argélia. Logo no segundo minuto, Lukaku, que acabara de entrar, venceu a disputa na intermediária, invadiu a área e rolou para De Bruyne, que limpou um zagueiro e, finalmente, conseguiu superar Tim Howard. O treinador belga Marc Wilmots saiu comemorando quase até o centro do gramado.

WM 2014 Achtelfinale USA Belgien Tor

Kevin De Bruyne conseguiu, finalmente, no segundo minuto da prorrogação furar a muralha Tim Howard

E Romelu Lukaku entrou muito bem na partida. Depois de parar duas vezes em Howard, o grandalhão belga recebeu ótimo passe de Kevin De Bruyne e fuzilou o goleiro dos EUA, no último minuto do primeiro tempo da prorrogação: 2 a 0. A torcida belga cantou a sua tradicional "Aquarela do Brasil".

Os Estados Unidos voltaram ao jogo logo no primeiro lance do segundo tempo da prorrogação. Bradley lançou na área, e Julian Green, que acabara de entrar, tocou de primeira, sem chances de defesa para Courtois. No minuto seguinte, Jones quase empatou, após cruzamento de Yedlin. E só deu Estados Unidos. Após cobrança de falta muito bem ensaiada, Dempsey apareceu cara a cara com Courtois, que salvou a Bélgica do empate. Momentos depois, Wondolowski acertou a bola de canela e perdeu outra boa chance na pequena área.

A Bélgica esteve perdida taticamente no segundo tempo da prorrogação. Laterais não marcavam, o meio-campo pareceu extenuado, mas o time conseguiu aguentar os minutos finais e alcançar a suada classificação às quartas de final.

Ficha técnica

Bélgica 2 x 1 Estados Unidos

Local: Arena Fonte Nova, Salvador

Arbitragem: Djamel Haimoudi (Argélia) auxiliado por Redouane Achik (Marrocos) e Abdelhak Etchiali (Argélia).

Gols: Kevin De Bruyne (2'/1P), Romelu Lukaku (15'/1P), Julian Green (2'/2P)

Cartões amarelos: Geoff Cameron (17'/1T), Vincent Kompany (41'/1T)

Bélgica: Thibaut Courtois; Toby Alderweireld, Daniel Van Buyten, Vincent Kompany, Jan Vertonghen; Axel Witsel, Marouane Fellaini, Kevin De Bruyne; Dries Mertens (Kevin Mirallas 15'/2T), Eden Hazard (Nacer Chadli 6'/2P) e Divock Origi (Romelu Lukaku 1'/1P). Técnico: Marc Wilmots.

Estados Unidos: Tim Howard; Geoff Cameron, Omar González, Matt Besler, DaMarcus Beasley; Jermaine Jones, Michael Bradley, Graham Zusi (Chris Wondolowski 27'/2T), Fabian Johnson (DeAndre Yedlin 31'/1T), Alejandro Bedoya (Julian Green 1'/2P); Clint Dempsey. Técnico: Jürgen Klinsmann.

WM 2014 Achtelfinale USA Belgien Tor

Romelu Lukaku estufou as redes no final do primeiro tempo da prorrogação e garantiu a classificação

Leia mais